Pelé tem cateter retirado e evolui bem, diz boletim médico

O cateter que estava sendo utilizado no tratamento de hemodiálise do ex-jogador foi retirado hoje sem intercorrências, segundo o Hospital Albert Einstein

São Paulo – O cateter que estava sendo utilizado no tratamento de hemodiálise do ex-jogador Pelé, 74 anos, foi retirado hoje (4) sem intercorrências, informou o Hospital Albert Einstein.

Segundo o último boletim médico do hospital, divulgado no início da noite, Pelé está animado e evoluindo bem clinicamente.

Pelé está internado na unidade de terapia semi-intensiva do hospital.

O ex-jogador, segundo o hospital, está sem febre, alimentando-se adequadamente e recebendo medicação antibiótica por via endovenosa.

Ele foi internado no último dia 24, quando foi descoberta uma infecção urinária durante revisão médica.

No dia 12 de novembro, Pelé fora internado após se sentir mal e, no dia seguinte, foi submetido a uma cirurgia para a retirada de cálculos renais e na vesícula.