Paul McCartney segue no topo da lista dos músicos mais ricos

O ex-Beatle, com uma fortuna que gira em torno de US$ 1 bilhão, segue no topo da lista dos músicos mais ricos do Reino Unido

Londres – O ex-Beatle Paul McCartney segue no topo da lista dos músicos mais ricos do Reino Unido graças a uma fortuna que gira em torno de US$ 1 bilhão, informou nesta quinta-feira o jornal “The Sunday Times” ao apresentar uma prévia da chamada Sunday Times Rich List.

A lista completa será publicada no próximo dia 21 de abril, quando o jornal também divulgará outra lista correspondente aos músicos jovens mais ricos do Reino Unido, um registro que é encabeçado por Adele, ganhadora de um Oscar com a canção Skyfall, trilha sonora do último filme de James Bond (“007 – Operação Skyfall”).

O ex-Beatle, que completará 71 anos em junho, aparece no primeiro posto da lista dos músicos ricos desde 1989, quando a lista passou a ser publicada e quando sua fortuna era estimada em US$ 122,5 milhões.

Além da própria fortuna, McCartney ainda conta com a poupança de sua esposa, Nancy Shevell, herdeira de uma empresa americana de transportes e que contribui com US$ 230 milhões do total de seus bens.

Embora não seja comum, outro casal também se destaca entre os dez primeiros postos da lista dos músicos mais ricos do Reino Unido, Victoria (ex-Spice Girls) e David Beckham, com um patrimônio avaliado em US$ 306,5 milhões.

No entanto, quem segue McCartney nesta lista é o compositor Andrew Lloyd Weber, com US$ 950 milhões, e a banda irlandesa U2, cuja fortuna ultrapassa os US$ 797 milhões – segundo e terceiro posto, respectivamente.

Já Adele, que aparece no topo da lista correspondente ao jovem músico mais rico do Reino Unido com US$ 46 milhões, é seguida pela ex-integrante do grupo de pop Girls Aloud, Cheryl Cole. Aos 29 anos, a artista conseguiu alcançar uma fortuna de US$ 21,5 milhões.

A certa distância aparece o grupo One Direction, que, somente no ultimo ano, arrecadou cada um US$ 7,6 milhões graças ao êxito de seu disco “Up All Night” nos Estados Unidos.