Paraquedista austríaco rompe a barreira do som

Em seu salto estratosférico, a velocidade máxima do esportista radical Felix Baumgartner foi de 1.357,6 km/h

Viena – O esportista radical Felix Baumgartner rompeu a barreira do som em seu salto estratosférico com uma velocidade ainda maior do que a divulgada anteriormente, segundo dados revelados nesta terça-feira pela equipe científica da missão Red Bull Stratos.

A velocidade máxima de Baumgartner foi de 1.357,6 km/h, ou Mach 1,25. Anteriormente, estimava-se que o aventureiro tinha chegado a um máximo de 1.342,8 km/h, ou Mach 1,24.

Também foi revisada para baixo a altura da qual o esportista se lançou em queda livre. Inicialmente, foi divulgada uma distância de 39.045 metros. Já os cálculos definitivos estabelecem a altura do salto em 38.969,4 metros.

“Juntos demonstramos que um ser humano em queda livre pode romper a barreira do som ao saltar das portas do espaço, pode passar pela fase transônica e pode aterrissar são e salvo”, afirmou Jonathan Clark, diretor médico da missão.

O aventureiro austríaco de 43 anos de idade subiu para quase 39 quilômetros de altura em uma cápsula impulsionada por um balão aerostático e realizou um salto de paraquedas desde a estratosfera no último dia 14 de outubro.

O salto o transformou no primeiro homem supersônico, e também bateu os recordes de queda livre do lugar mais alto e da ascensão até o ponto mais afastado da terra em um balão tripulado.