Os melhores alimentos para aumentar a concentração

Salmão, chá verde e chocolate são algumas comidas que ajudam a aumentar o foco

São Paulo – O tradicional cafezinho para despertar no trabalho ou em outras atividades que exigem concentração pode ser uma armadilha. Se consumido de forma exagerada, o café pode acabar com o foco, assim como bebidas alcoólicas, gorduras saturadas e trans, muita carne vermelha, açúcares simples (como glicose e frutose) e carboidratos refinados, como açúcar e o arroz branco.

Quem afirma é a nutricionista Roseli Rossi. Segundo ela, com o estresse do cotidiano, os chamados radicais livres produzidos no corpo podem aumentar os riscos de envelhecimento precoce, câncer, doenças degenerativas e problemas neurológicos.

Alguns alimentos, no entanto, ajudam a evitar esses danos e, de quebra, melhoram o desempenho do cérebro, aumentando a concentração e o poder de raciocínio. Veja a seguir quais são eles.

Salmão, sardinha e arenque

Esses três peixes são boas opções para quem deseja recuperar a concentração por possuírem ômega 3. De acordo com Roseli, esse ácido graxo ajuda na sinalização nervosa, facilitando a comunicação entre os neurônios e, assim, melhora a saúde do cérebro.

Açafrão

Essa especiaria pode ajudar no foco em atividades mais complexas por conter um pigmento chamado curcumina. “Esse é um poderoso antioxidante, anti-inflamatório que ajuda na prevenção de doenças neurológicas além de combater os radicais livres ocasionados pelo estresse”, afirma a nutricionista.

Chocolate

A cafeína presente no chocolate pode ser uma aliada à concentração. Isso porque ela “é um estimulador natural do sistema nervoso central, ajudando a manter o raciocínio e o cérebro em estado de alerta”, diz .

Chá verde, cenoura, tomate, espinafre

Esses quatro alimentos, de acordo com Roseli Rossi, possuem flavonoides em sua composição. A substância, também encontrada no vinho e na soja, faz bem para a circulação e para o desenvolvimento de vasos sanguíneos, o que facilita a irrigação das células, inclusive as do sistema nervoso.


Além dos flavonoides, o chá verde também possui cafeína, que, assim como o chocolate, pode ajudar na concentração, se for consumida sem exageros.

Leite, ovos, peixes

As vitaminas do Complexo B presentes no leite, ovos e peixes são importantes para o funcionamento regular e saudável do cérebro, as vitaminas do complexo B são essenciais para a manutenção das transmissões nervosas e para a formação de neurotransmissores.

Os ovos – mais especificamente, as gemas – também possuem colina, um nutriente essencial para o desenvolvimento do cérebro. A principal função dela é ajudar na formação e nas funções ligadas à memória.

Óleos vegetais e sementes oleaginosas

Azeite de oliva e castanha-do-pará são exemplos de óleo vegetal e semente que podem ser úteis na melhora do foco no trabalho, estudo ou outras atividades. Eles têm essa propriedade por possuírem vitamina E em sua composição.

Sem ela, os reflexos diminuem, a sensibilidade e a capacidade de se localizar no espaço também. E ainda há o risco de haver problemas de visão em quem não consome alimentos com essa vitamina.

Frutos do mar

Ricos em zinco, os frutos do mar também são lembrados pela nutricionista como opções de comidas que ajudam a manter a concentração. Esse sal mineral é importante porque participa de várias trocas elétricas e, por isso, deixa o cérebro “acordado” e mais ativo.