Os males que as vitaminas podem causar no organismo

Se consumidos de maneira exagerada, vitaminas e sais minerais podem fazer estragos

São Paulo – Que as vitaminas e os sais minerais são parte importante de uma dieta para um corpo saudável todo mundo sabe. Mas nem sempre fica claro para as pessoas que exagerar na dose pode não trazer benefício algum – ou, pior, pode até prejudicar o organismo.

É o caso, por exemplo, da vitamina C, que, dentro do nível recomendado, reforça a imunidade, ajuda na cicatrização e na absorção do ferro, mas, se consumida exageradamente, pode provocar cálculos renais, distúrbios gastrintestinais, alterações no fluxo menstrual e incômodo na bexiga.

Esse quadro tem nome, vitaminose, ocasionado, muitas vezes, pelo excesso de alimentos com determinada substância associado a suplementos tomados de maneira desregrada. O problema é retratado na pesquisa da revista Consumer Reports para a edição de setembro, que revela dez perigos surpreendentes a respeito de vitaminas e suplementos.

O texto mostra que não é só porque vitaminas e minerais são produtos naturais que eles são livres de riscos. Além disso, o estudo afirma que, na maioria das vezes, uma alimentação equilibrada e saudável já é suficiente para suprir todas as necessidades de vitaminas e minerais do organismo.

A tabela a seguir traz algumas das vitaminas e minerais essenciais para o corpo, mas que, se consumidos sem controle (em forma de alimentos ou de remédios), podem piorar a saúde. Os valores são os indicados para o consumo diário de um adulto, de acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Confira.

Nutriente Onde encontrar Recomendação diária Máximo diário O que o excesso pode causar
Vitamina A Fígado, laticínios, ovos, cenoura, mamão, brócolis, couve, espinafre, abacate 600 mcg 3.000 mcg Ressecamento, aspereza e descamação da pele, dores nos ossos, nas articulações, na cabeça, cãibras, tontura, náuseas, problemas no fígado e no crescimento.
Vitamina B6 / Piridoxina Fígado, cereais em grão, banana, leite, levedo de cerveja 1,3 mg 100 mg Ataxia (falta de coordenação dos movimentos musculares voluntários) e neuropatia sensorial
Vitamina C / Ácido Ascórbico Acerola, laranja, morango, kiwi, goiaba, couve, tomate 45 mg 2.000 mg Cálculos renais, distúrbios gastrintestinais, alterações no fluxo menstrual e incômodo na bexiga
Vitamina D Fígado, gema de ovo, óleos de peixe, leite, manteiga 5 mg 5 mg Calcificação de tecidos moles, náuseas, perda de apetite, insuficiência renal e dor nas articulações
Vitamina E Óleos vegetais, gérmen de trigo, sementes, grãos, vegetais de folhas verdes 10 mg 1.000 mg Alterações na coagulação do sangue, distúrbios gastrintestinais, dor de cabeça crônica, dificulta absorção de outras vitaminas, como a K, e do ferro
Vitamina K Alface, couve-flor, espinafre, repolho, fígado, leite, ovo 65 mcg 80 mcg Anemia, lesões no fígado e icterícia

Nutriente Onde encontrar Recomendação diária Máximo diário O que o excesso pode causar
Cálcio Leite e derivados, couve, repolho, brócolis, cebolinha, espinafre, acelga 1.000 mg 2.500mg Cálculos renais, redução de magnésio no organismo (se combinado à vitamina C), fraqueza muscular, irritabilidade, depressão, problemas de memória, anorexia
Fósforo Leite, carnes de boi, aves e peixes, ovo, cereais 700 mg 1.000mg Pressão alta, confusão mental, problemas cardiovasculares, parestesias nas extremidades (sensações táteis mesmo sem ter estímulos)
Magnésio Castanhas, sementes, nozes, vegetais de folhas verdes, cereais integrais 260 mg 400 mg Fraqueza muscular, pressão baixa, rubor na face, náuseas, insuficiência respiratória, boca seca
Ferro Brócolis, cominho, figo, amêndoas, carnes magras, feijão, ovo, fígado 14 mg 45 mg Paladar metálico, dor de cabeça, náusea, tontura, pressão baixa, perda de peso, dor nas articulações, problemas do fígado e coração
Zinco Carnes de boi, peru, frango e porco, fígado, ostras, aveia, leite 7 mg 40 mg Anemia, febre, queda no sistema imunológico e dos níveis do colesterol HDL, considerado bom
Cobre Frutos do mar, fígado, rim, chocolate, nozes, frutas e leguminosas secas, cereais 900 mcg 10 mg Náuseas, vômitos, hemorragia gastrintestinal, diarréia, anemia, icterícia e cirrose
Iodo Frutos do mar, peixes de água salgada, sal 130 mcg 130 mcg Problemas na atividade da tireóide
Selênio Frutos do mar, carnes de boi, peixe e aves, castanha-do-pará 34 mcg 200 mcg Artrite, cansaço, mau hálito, irritabilidade, problemas renais, problemas vasculares, de pele, cabelos e unhas, e icterícia
Molibdênio Fígado, rim, grãos em geral, vegetais com folhas verde-escuras 45 mcg 200 mg Gota, hipertensão, problemas na tireóide, falta de elasticidade dos tendões
Manganês Damasco, aveia, pêssego, soja, agrião 2,3 mg 5 mg Quando acumulado no fígado e sistema nervoso central, cria sintomas do tipo do mal de Parkinson