Os copos certos para beber cerveja

Além de deixar a mesa muito mais elegante, uma taça bem escolhida revela os reais aromas e sabores das bebidas

São Paulo – A mistura de malte, água, levedura e lúpulo compõe a fórmula básica da bebida alcoólica mais consumida no mundo: a cerveja. E, como o vinho, ela revela gostinhos diversos com o auxílio de um copo específico. Há, ainda, questões culturais por trás de alguns, que variam a cada país.

Na Inglaterra, por exemplo, onde surgiu a cerveja do tipo ale, usa-se o copo pint, que, na verdade, é o nome de uma unidade de medida próxima de 570 ml.

“Os pubs lá não têm garçom, então os frequentadores o preferem pois contém a quantidade exata de uma garrafa”, conta o cervejeiro Vitor Palma Ribeiro. O modelo assim como os outros mostrados abaixo caíram no gosto dos brasileiros.

Dica do cervejeiro

“A espuma da cerveja é muito importante, pois ajuda a conservar a temperatura por mais tempo e evita a perda de gás. Na maioria dos casos, o copo deve vir cheio e com dois dedos de colarinho – as de trigo levam quatro por causa do recipiente maior.”

Vitor Palma Ribeiro, da Cervejaria Nacional, fábrica-bar paulistana que produz cinco rótulos artesanais à vista dos clientes.