ONG incentiva pessoas a passarem janeiro sem álcool

Programa de entidade britânica ressalta a importância de reduzir o consumo em nome da saúde

São Paulo – Depois das festas de final de ano, a organização britânica sem fins lucrativos Alcohol Concern lançou uma campanha para reduzir o consumo de álcool no início de 2013. O projeto “Dry January” (do inglês, janeiro seco) tenta fazer com que os adeptos fiquem 31 dias sem ingerir a susbtãncia e, com isso, ajuda-os a economizar as calorias das bebidas, acabar com a ressaca e poupar dinheiro, além, claro, de ajudar a divulgar e a manter financeiramente a ONG.

O site do programa tem um contador regressivo, para os usuários acompanharem a empreitada sem beber, palavras de incentivo diárias, e-mails semanais, um espaço para fotos dos internautas e até um aplicativo que simula como ficaria seu rosto após dez anos bebendo com muita frequência. Até o momento, mais de 4 mil pessoas já aderiram à campanha.

A entidade frisa que esse não é um programa de desintoxicação e não deve ser seguido por quem é dependente de álcool. Mas, para quem deseja uma vida mais saudável, há diversos benefícios no curto prazo, como a melhora no sono, perda de peso, pele e cabelos mais bonitos, fígado mais ativo em um mês e economia.

Apesar de um mês parecer pouco, os resultados podem se estender. De acordo com a organização, experiências desse tipo feitas na Nova Zelândia e na Austrália mostraram que, após o período de abstinência, dois terços dos participantes passaram mais dias sem beber e mais da metade das pessoas reduziram a quantidade de álcool consumido.