Olha que coisa mais boa

Vinícius de Moraes era um ótimo garfo, como atesta um livro que compila suas receitas. Selecionamos três delas (todas com álcool, claro) e indicamos como harmonizá-las com a bebida favorita do mestre: o uísque

VIP_vinicius300Em 1964, na véspera de viajar da França ao Brasil, Vinicius de Mo­­­­­raes (1913-1980) escreveu uma carta ao amigo Tom Jobim que começava triste (“Tomzinho querido, es­­tou aqui num quarto de hotel que dá para uma praça que dá para toda a solidão do mundo”) e terminava enumerando receitas que ele pediria em casa para a sua chegada: “Um tutuzinho com torresmo, um lombinho de porco, bem tostadinho, uma couvinha mineira (…)”.

Essas receitas estão no livro Pois Sou um Bom Cozinheiro (Cia. das Letras, 296 páginas, R$ 90), de Edith Gonçalves e Daniela Narciso. Com trechos da obra do poeta e muitas fotos, o livro traz mais de 130 receitas que fizeram parte da vida de Vinicius, cujo centenário de nascimento é comemorado em outubro agora. São pratos da infância, dos Natais em família, dos seus restaurantes favoritos e também os que ele próprio cozinhava. Desses últimos, selecionamos três para publicar aqui e, para harmonizar, pedimos à sommelière e amante de uísques Alexandra Corvo que indicasse três rótulos da be­­­­­bida que o poeta chamava de melhor amigo do homem, o cão engarrafado. “O segredo para tomar uísque na refeição é não colocar tanto gelo e dar golinhos pe­­­­­quenos. Isso faz com que o sabor do prato e do uísque explodam na boca”, diz ela.

 

frango620Vai bem com… J & B – “Ele é delicado, refrescante e tem notas cítricas. Vai combinar com o limão e com as ervas frescas.” R$ 75,80, em baccos.com.br

picadinho620

Vai bem com… HAIG SUPREME – “Ele é bem cremoso, tem um lado tostado bem ‘scottish’ que vai combinar com os sabores da carne”, diz Alexandra Corvo. R$ 95,50, em clickbar.com.br

linguica620Vai bem com… JOHNNIE WALKER RED LABEL – “Ele tem um toque bem apimentado, sempre capto uns aromas de pimenta-dedo-de-moça.” R$ 70,90, em reidoswhiskys.com.br