O que esperar da temporada de Fórmula 1 2012

Entre os destaques dos primeiros treinos, a estreia do brasileiro Bruno Senna, que pela primeira vez participou das atividades como piloto titular da Williams

Jerez de la Frontera – Terminou nesta sexta-feira a primeira semana da pré-temporada da Fórmula 1 2012, em que as equipes testam os novos carros. Entre os destaques dos primeiros treinos, a estreia do brasileiro Bruno Senna, que pela primeira vez participou das atividades como piloto titular da Williams, e a volta à categoria do finlandês Kimi Raikkonen, campeão em 2007 pela Ferrari. Algumas conclusões após o encerramento das primeiras atividades do ano no circuito de Jerez de La Frontera:

Favoritos

A pré-temporada serve para fazer ajustes iniciais nos carros e baseado apenas nestes quatro dias de treinos não dá para apontar favorito ao título: marcaram os melhores tempos na semana Kimi Raikkonen (Lotus) e os alemães Michael Schumacher e Nico Rosberg (ambos da Mercedes, que usaram o carro do ano passado). Mas não há como negar o amplo favoritismo da equipe Red Bull e do também alemão Sebastian Vettel (foto), campeão em 2010 e 2011 – a equipe ganhou 21 Grandes Prêmios nas duas últimas temporadas, sendo que Vettel venceu 16 vezes.

Mudanças nos carros

O regulamento para 2012 baniu os difusores de ar duplos e os escapamentos invertidos, que ajudavam a dar mais aderência e velocidade nas curvas.

Pneus

Em 2011, a diferença entre os compostos macios e os duros ficava entre 1s2 e 1s5 por volta. Com os novos compostos da Pirelli, a previsão é que caia pela metade.

Felipe Massa

Ano decisivo para o brasileiro na Ferrari. Se mostrar consistência e aproximar-se do pódio (não ficou entre os três primeiros em 2011), a renovação para 2013 ficará mais fácil. Se o desempenho for fraco, poderá sair. Massa disse que está acostumado a lidar com esta pressão.

Campeões no grid

Além do bicampeão Sebastian Vettel, disputam temporada o heptacampeão Michael Schumacher (Mercedes), o finlandês Kimi Raikkonen (foto) (Lotus), os britânicos Lewis Hamilton e Jenson Button (ambos da McLaren), e o espanhol bicampeão Fernando Alonso (Ferrari).

Regulamento

Há novos detalhes em relação a 2011, como o que obriga que a saída de 0 a 100 km/h seja feita em primeira marcha. E o artigo 20.3 diz que o piloto só poderá mudar sua trajetória uma vez, para defender a posição. Depois, terá de deixar espaço de um carro, pelo menos, para o adversário. O diretor de prova poderá dar ordem para que carros que tiverem sido ultrapassados pelo líder se adiantem ao safety car. O objetivo é tornar a relargada mais interessante, eliminando a volta perdida dos retardatários.

Bruno Senna

Pela primeira na carreira na Fórmula 1, Senna teve direito a uma pré-temporada de testes completa. Sua missão foi conhecer o carro e fazer ajustes mecânicos. O passo seguinte será ser mais veloz que o companheiro de time, o venezuelano Pastor Maldonado. Depois, tentar pontuar – em 2011 marcou 5 pontos. Apesar de a Williams ter um carro com potencial para este ano, será uma grande zebra se vencer alguma corrida.

Calendário

Será o campeonato mais longo da Fórmula 1, com 20 provas, a começar em Melbourne (Austrália), dia 18 de março, e terminando em Interlagos (São Paulo), dia 25 de novembro. Estão definidos também mais dois períodos de treinamentos em Barcelona, de 21 a 24 de fevereiro e de 1 a 4 de março.