O que as mulheres querem de nós

Por mais que a gente disfarce, há um objetivo subliminar por trás dos nossos esforços cotidianos: chamar a atenção das mulheres (ou daquela garota específica)...

Por mais que a gente disfarce, há um objetivo subliminar por trás dos nossos esforços cotidianos: chamar a atenção das mulheres (ou daquela garota específica). Muitas vezes não nos damos conta disso. Reflita. Você pesquisa as melhores lojas de roupas porque quer se vestir melhor (para elas). Resolve se inscrever naquele curso de gastronomia italiana para impressioná-las. Depois de alguns anos de sedentarismo hedonista, finalmente se matricula naquela academia de boxe para recuperar (um pouco) a forma perdida entre chopes e porções de pastéis. Seu repertório de informações aumenta, sua saúde melhora e pode ter certeza de que elas vão reparar. E tem mais: o cuidado com a aparência também ganhou importância nos últimos anos, não sem razão: uma pesquisa encomendada por nós para o Departamento de Pesquisa e Inteligência da Editora Abril revelou, entre outros achados importantes, que as mulheres valorizam mais o homem que cuida do visual, que escolhe bons perfumes e que preza pelos cuidados pessoais do que aquele que tem físico impecável. Para elas, um homem interessante é arrumado – bem-vestido, cheiroso e

com barba e cabelos bem cuidados. A barriga tanquinho é um mito, uma espécie de canto das sereias de Ulisses. Principal preocupação masculina, ela é apenas o sexto atributo mais importante para considerar um homem atraente, segundo as
mulheres que responderam ao nosso questionário. Na reportagem Macho, Sim. E Vaidoso, com Orgulho (pág. 112), as jornalistas Cláudia de Castro Lima e Camila Ciarallo mostram em 12 páginas os resultados desse trabalho, apresentam soluções que podem melhorar a sua vida e elencam produtos que você precisa conhecer para turbinar o seu banheiro e os seus nécessaires. Mantenha isso em mente: as mulheres gostariam que você se cuidasse mais. Seu lado lenhador não vai se incomodar, pode acreditar.

Ricardo Lombardi
rlombardi@abril.com.br
Diretor de redação