O glamouroso outono na floresta da Chanel

Não há coleção sem cenário em um desfile comandado por Karl Lagerfeld e, dessa vez, ele transformou o majestoso Grand Palais em uma floresta de outono

As estações do ano já não são mais tão relevantes para a moda em tempos de “veja agora, compre agora”, mas o desfile da Chanel provou exatamente o contrário, apresentando uma coleção mais outonal, rica em estampados de vegetação que se misturaram em uma floresta de árvores desfolhadas.

Não há coleção sem cenário em um desfile comandado por Karl Lagerfeld e, dessa vez, ele transformou o majestoso Grand Palais em uma floresta de outono, coberta por folhas secas e musgo. Após criar uma paisagem exuberante de cascatas e um verdadeiro jardim francês nos últimos dois desfiles, o kaiser da moda se voltou mais uma vez para a natureza.

Desfile da Chanel em Paris, dia 06/03/2018

 (Pascal Rossignol/Reuters)

Ainda que as marcas continuem trabalhando por estações, lançando coleções anuais (primavera/verão, outono/inverno), as fronteiras entre ambas estão cada vez menores, como se a moda fosse o reflexo das mudanças climáticas.

Mas a maison Chanel compôs nessa terça-feira uma ode ao outono, com looks de casacos em tons ocres, avermelhados e marrons, e estampas de folhas e flores.

Desfile da Chanel em Paris, dia 06/03/2018

 (Pascal Rossignol/Reuters)

Lagerfeld escolheu as modelos Julia Ratner, Hoyeon Jung e Nina Marker para mostrar sua coleção, que teve também a participação de Cara Taylor e de Kaia Gerber, filha da famosa modelo Cindy Crawford.

Em sintonia com a natureza

Um elegante casaco cinza com aplicação de folhas douradas, pretas e cinzas, que cobrem os ombros e o peito, aparece combinado com botões dourados. A fenda de um look deixa entrever botas de cano alto, em tom brilhante combinando com as folhas espalhadas pelo chão.

Essas mesmas botas aparecem combinadas com um vestido de modelagem ampla em tweed, uma das marcas da Chanel, adornado com mangas e colo de veludo alaranjado.

Uma estampa de grandes flores sobre fundo preto é usada em uma jaqueta de ombros largos e em um vestido de mangas bufantes, usado com vários colares de pérolas, também um clássico da Chanel.

Desfile da Chanel em Paris, dia 06/03/2018

 (Pascal Rossignol/Reuters)

Os cachecóis em laranja e vermelho têm um toque “sportswear” e até um par de casacos acolchoados tiveram vez na coleção, que deu destaque às bolsas, apoiadas no antebraço, nas mesmas estampas dos casacos.

Os vestidos pretos de renda e organza aparecem combinados com luvas longas em looks sensuais, enquanto um casaco de pele curto, com aplicação de flores de outono, é combinado com um vestido branco com folhas pretas e ocres, meias brilhantes e sapatos de cordões dourados.

Lagerfeld cumprimentou o público após o desfile com sua polêmica barba branca, que foi objeto de debate nas redes sociais por fazer parte da primeira mudança no look do estilista em duas décadas.

As atrizes Keira Knightley e Geraldine Chaplin e a cantora Lily Allen assistiram ao desfile, que já é um clássico encontro do jetset mundial na cidade da moda.

A Semana de Moda de prêt-à-porter termina nesta terça-feira com coleções esperadas como a passarela da Louis Vuitton.