Novo Fiat Bravo custará a partir de 55.200 reais

Hatch médio chega para ocupar o lugar do Stilo

São Paulo – Com o intuito de tomar o lugar do Stilo e abocanhar uma fatia mais generosa no mercado de hatchs médios, a Fiat lançou o Bravo em três versões e com duas opções de motor: E.TorQ 1.8, com câmbio mecânico e Dualogic; e 1.4 T-Jet, com câmbio de seis marchas. Mais barato, o modelo Essence custará a partir de 55.200 reais. Além da versão de entrada, o motorista poderá optar pela intermediária Absolute e ou pela top de linha T-Jet. Esta última só deve chegar ao Brasil no ano que vem, ao preço esperado de 67.700 reais.

Para ganhar os consumidores, a montadora italiana aposta na oferta de vários itens de série. De fábrica, o modelo de entrada já será equipado com airbag duplo, freios a disco nas quatro rodas, volante com regulagem de altura e profundidade e direção elétrica com função “City” (quando acionada, deixa o carro 60% mais leve, mas apenas em velocidades inferiores a 46 km/h).  Faróis de neblina com tecnologia especial, som com MP3, gancho para fixação da cadeirinha infantil, piloto automático e retrovisores externos elétricos também são ofertados sem custo adicional.

Os opcionais incluem freios ABS, ar condicionado automático, teto solar com Skydome, sensores crepuscular e de chuva, além de dispositivos de alerta na frente e traseira do carro para manobras e estacionamento. Entre as novidades tecnólogicas que podem ser incorporadas por conta do cliente, está o Rádio NAV, sistema que integra o controle do GPS, do rádio com som e MP3  e das funções do computador de bordo em uma tela com 6,5 polegadas.

Para a versão T-Jet, a mais completa da linha, o motorista contará com sistema de controle de estabilidade (EPS), rodas exclusivas aro 17 e  botão Overbooster, que aumenta o torque do carro.