Novo C3 tem visual ousado e câmera para acidentes

Visual inspirado no C4 Cactus e tecnologias inéditas no segmento marcam a terceira geração do compacto francês

As primeiras imagens do novo Citroën C3vazadas na última terça-feira (28), pareciam ter revelado todos os detalhes do modelo.

Só que não. O compacto francês foi apresentado de forma oficial e provou que ainda tem muito a mostrar — como seu potencial para uma recolocação da marca entre os compactos.

Suas vendas começarão no início de 2017 na Europa. Ainda não há previsão da chegada do novo C3 ao Brasil – por aqui, o modelo atual (lançado na Europa em 2009) chegou em 2012, e deve continuar na ativa por um certo tempo.

Como revelado anteriormente pelas fotos vazadas, o hatch herdou os traços do ousado C4 Cactus (vendido na Europa e prometido para o Brasil).

A dianteira adota um filete de leds, além das luzes de direção, incorporadas à grade. Os faróis principais ficam em posição mais baixa, seguidos das luzes de neblina logo abaixo.

Atrás, as lanternas iluminadas por leds remetem ao DS 3 e as laterais incorporam os airbumps precentes no Cactus, que têm como intenção proteger as portas de arranhões e pequenos impactos.

Os traços gerais arredondados matêm a tradição do C3, porém, agora com dimensões maiores. De acordo com a marca, estão disponíveis 36 combinações para o exterior, entre cores de carroceria e de teto, espelhos e airbumps.

Formato arredondado é característica do C3 (Divulgação)

O interior também segue a filosofia do C4 Cactus, com o conceito de “simplicidade sofisticada”.

A cabine usa traços retos e visual limpo, isso graças à central multimídia com tela sensível ao toque (de 7 polegadas) que abriga grande parte dos comandos de equipamentos, como o ar-condicionado.

O sistema é compatível com as plataformas Android Auto, Apple CarPlay e MirrorLink. 

Interior tem linhas retilíneas e ausência de botões pela concentração de funções no sistema multimídia (Divulgação)

Entre os equipamentos, o C3 há alerta de ponto cego, assistente de partida em aclives e declives, GPS com informações de trânsito em tempo real, sensor de fadiga, câmera de ré e assistente de emergência. A principal novidade é o ConnectedCam.

Uma câmera de 2 megapixels instalada no retrovisor interno é ativada no caso de um impacto, recuperando a gravação dos 30 segundos anteriores e gravando os 60 segundos posteriores.

O equipamento tem a intenção de investigar acidentes, no entanto, a câmera pode fotografar ou filmar a paisagem à frente com o toque de um botão — imagens essas que podem ser enviadas, automaticamente, para as redes sociais cadastradas no veículo.

De acordo com a marca, são 36 combinações de cores para o exterior (Divulgação)

O conjunto mecânico terá três opções de motores três cilindros a gasolina, com 68, 82 e 110 cv, além de dois a diesel, com 75 e 100 cv.

A transmissão poderá ser manual ou automática, sempre de seis velocidades.