Novo boletim médico confirma boa recuperação de Pelé

O Rei do Futebol segue internado, mas sem apresentar febre e sem a necessidade de suporte renal

São Paulo – Pelé mantém sua boa recuperação clínica de acordo com o boletim médico divulgado na manhã desta quarta-feira.

O Rei do Futebol segue internado na unidade semi-intensiva do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, sem apresentar febre e sem a necessidade de suporte renal, através de hemodiálise.

“O paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) continua com boa evolução clínica e em cuidados de semi-intensiva. Tanto o exame clínico como os resultados laboratoriais da manhã de hoje foram adequados e o paciente não precisará de suporte renal”, informou o novo boletim.

Além disso, Pelé se sente à vontade para caminhar pelo quarto e se alimenta sem maiores restrições.

“[Ele] Permanece grande parte do dia sentado na poltrona. Alimenta-se bem, sem alterações hemodinâmicas ou respiratórias”, explicam os médicos Fabio Nasri e Marcelo Costa Batista, que assinam o mais recente boletim.

Segundo eles, o ex-jogador passará por nova avaliação renal na quinta pela manhã. Eles querem se certificar de que o paciente de 74 anos não precisa retomar o auxílio da hemodiálise para filtragem do sangue no único rim que tem – o outro foi removido ainda na década de 70 por suspeita de câncer.

Pelé precisou ser submetido a hemodiálise na semana passada, principalmente depois de apresentar “instabilidade clínica”, seu quadro mais grave até então, na quinta-feira.

No domingo, os médicos removeram o suporte renal e desde então eles vêm fazendo avaliações para saber se o ex-atleta precisa retomar a filtragem artificial do sangue.

O Rei do Futebol está internado no hospital desde a segunda-feira da semana passada. Ele voltara ao local para fazer exames de rotina após ser submetido a cirurgia para remover pedras do rim.

Os médicos, contudo, identificaram uma infecção renal e mantiveram o ex-atleta internado, ainda sem previsão de alta.