No aniversário de 30, Andy Roddick anuncia aposentadoria

Roddick disse em entrevista coletiva concedida no Centro Nacional de Tênis de Flushing Meadows que a decisão já havia sido tomada

Nova York – O tenista Andy Roddick surpreendeu nesta quinta-feira, dia em que completa 30 anos de vida, a aposentadoria do tênis para depois do US Open, torneio em que nesta sexta-feira enfrentará o australiano Bernard Tomic, pela segunda rodada.

Campeão do quarto Grand Slam da temporada em 2003, Roddick disse em entrevista coletiva concedida no Centro Nacional de Tênis de Flushing Meadows que a decisão já havia sido tomada por considerar que não tem mais condições físicas de competir.

”É algo que está relacionado a como me sinto e se posso competir em alto nível”, explicou Roddick, que ganhou 32 títulos de simples, quatro de duplas e tem de marca 609 vitórias e 212 derrotas na carreira.

Roddick venceu o US Open em 2003 e se tornou líder do ranking mundial no mesmo ano. De lá para cá, porém, não venceu mais nenhum Grand Slam e teve como boas campanhas os três vices em Wimbledon (2004, 2005, 2009).