Mostra espalha obras por Buenos Aires e é inspirada no escritor Cortázar

Dezoito instalações em espaços públicos convidam a uma viagem que une os bairros de La Boca, Palermo, Recoleta, Puerto Madero e Costanera Sur

Um mural com frases feministas, lápides para gente que ainda está viva, performances, debates e projeções são parte da exposição Art Basel Cities que acontece em Buenos Aires sob a inspiração do romance “Rayuela”, do argentino Julio Cortázar.

Distribuídas por cinco bairros emblemáticos da capital argentina, as obras propõe um percurso de ida e volta pelas intervenções artísticas de representantes argentinos e internacionais da arte contemporânea.

Entre os artistas envolvidos estão o italiano Maurizio Cattelan, a cineasta alemã Narcisa Hirsch, os americanos Barbara Kruger e David Horvitz, e o argentino Leandro Katz, entre outros.

Instalação de David_Horwitz, na Art Basel Week em Buenos Aires Instalação de David_Horwitz, na Art Basel Week em Buenos Aires

Instalação de David_Horwitz, na Art Basel Week em Buenos Aires (Art Basel/Divulgação)

No total, são 18 instalações em espaços públicos que convidam a uma viagem que une os bairros de La Boca, Palermo, Recoleta, Puerto Madero e Costanera Sur e permanecerão até a próxima quarta-feira.

A semana de Art Basel Cities Buenos Aires inclui ainda exposições e uma duzia de debates com artistas e ações participativas.

Instalação de Barbara Kruger em Puerto Madero Instalação de Barbara Kruger em Puerto Madero

Instalação de Barbara Kruger em Puerto Madero (Art Basel/Divulgação)

Sob a direção artística de Cecilia Alemani, a mostra toma o conceito do romance de Cortázar publicado em 1963 para oferecer muitos percorridos possíveis pela cidade.

Art Basel Cities é um dos maiores eventos de arte contemporânea do planeta e busca promover o intercâmbio entre a arte internacional e a arte nas cidades onde ocorre.