Morreu Balcells, a agente literária do boom latino-americano

Através de sua agência, de mesmo nome e fundada em 1960 em Barcelona, Balcells se converteu numa das impulsores da promoção da literatura latino-americana

A espanhola Carmen Balcells, a agente literária dos principais escritórios revelados pelo “boom” latino-americano, morreu neste domingo, aos 85 anos, informou uma porta-voz de sua agência.

Através de sua agência, de mesmo nome e fundada em 1960 em Barcelona, Balcells se converteu numa das impulsores da promoção da literatura latino-americana.

Ela apadrinhou escritores como Gabriel García Marquez, Mario Vargas Llosa e Julio Cortázar.

E também promoveu grandes nomes das letras espanholas, como Juan Marsé e Camilo José Cela.