Morre o intelectual mexicano Ernesto de la Peña

De la Peña, que nasceu em 1927 na Cidade do México, estava doente e por isso não viajou para Santander (Espanha) para receber o prêmio Menéndez Pelayo na quinta passada

México – O intelectual mexicano Ernesto de la Peña, ganhador do último Prêmio Internacional Menéndez Pelayo, morreu nesta segunda-feira no México, informou o Conselho Nacional para a Cultura e as Artes (Conaculta) do país.

De la Peña, que nasceu em 1927 na Cidade do México, estava doente e por isso não viajou para Santander (Espanha) para receber o prêmio Menéndez Pelayo na quinta-feira passada.

A presidente da Conaculta, Consuelo Sáizar, lamentou por meio do Twitter a morte do intelectual e disse que o México perdeu um dos seus maiores estudiosos.

Membro da Academia Mexicana da Língua desde 1993 e conhecedor em diferentes graus de 33 idiomas, entre eles o sânscrito e o hebraico, De la Peña foi um estudioso das letras clássicas.

Formado da Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), dedicou-se a refletir sobre a ciência, a literatura e idiomas.