Morre na China a mulher mais alta do mundo

A chinesa que media 2,33 metros morreu aos 40 anos

Pequim – A mulher mais alta do mundo, uma chinesa que media 2,33 metros quando foi registrada pelo Guinness, o Livro dos Recordes, em 2010, morreu aos 40 anos.

“Yao Defen morreu em meados de novembro”, afirmou um porta-voz de Sucha, na província oriental de Anhui, onde vivia a mulher mais alta do mundo.

A causa da morte não foi revelada.

O gigantismo de Yao Defen era provocado por um tumor que afetava sua glândula pituitária e gerava um excesso de hormônios do crescimento.

No momento da morte, em 13 de novembro, Yao Defen media 2,36 metros, segundo um jornal de Anhui. Aos 15 anos, ela já tinha mais de dois metros.