Mineirinho conquista mundo e é campeão de surfe pela 1ª vez

Adriano de Souza chegou à final da decisiva etapa de Pipeline do Circuito Mundial, e garantiu matematicamente o seu primeiro título mundial de surfe

Pipeline, Estados Unidos – Adriano de Souza, o Mineirinho, chegou à final da decisiva etapa de Pipeline do Circuito Mundial, nesta quinta-feira, e garantiu matematicamente o seu primeiro título mundial de surfe ao superar matematicamente o australiano Mick Fanning, que foi eliminado por Gabriel Medina na outra semifinal e não conseguiu conquistar o tetracampeonato.

Após 10 anos no Circuito Mundial, Mineirinho pôde enfim comemorar seu primeiro título em uma praia lotada de brasileiros.

Ele foi carregado pelos torcedores logo ao sair da água após a vitória sobre o havaiano Mason Ho na semifinal. Aos 28 anos, ele é o segundo brasileiro a ser campeão de surfe. No ano passado, Medina conquistou o título.

Outro fato importante é que os brasileiros conquistaram os três troféus mais importantes no Havaí. Mineirinho foi campeão mundial, Gabriel Medina conquistou a Tríplice Coroa Havaiana e o troféu de campeão da etapa de Pipeline ficará entre Medina e Mineirinho, que ainda farão nesta quinta-feira a final da última etapa do ano.

Com uma trajetória marcada por superação, Mineirinho vem de família humilde do Guarujá (SP) e sempre foi considerado um surfista talentoso. Ele também tem como marca mostrar raça e lutar até o fim nas baterias. Para ele, o título mundial é a realização de um sonho de criança, que agora se tornou realidade.

A vitória de Mineirinho comprova o bom momento do surfe no Brasil, com o título de Caio Ibelli no WQS, uma espécie de segunda divisão, e a boa temporada de Filipe Toledo e Italo Ferreira, que também terminaram o ano entre os melhores do mundo.