Mico do ano, festival Metal Open Air é finalmente cancelado

Evento, que ocorria desde sexta-feira no Maranhão, teve mais de 20 shows cancelados

São Paulo – Candidato a mico do ano, o festival Metal Open Air (MOA) foi finalmente cancelado no início da tarde deste domingo, que seria o último dia do evento realizado em São Luís, no Maranhão. Mais de 20 bandas, muito delas internacionais, desistiram de participar por problemas ligados à falta de pagamentos de cachês, passagens aéreas ou, em alguns casos, por não terem conseguido visto para vir ao Brasil. Além dos furos na programação, o Metal Open Air apresentou problemas de estrutura, como a falta de banheiros e de locais para comprar comida.

Na madrugada deste domingo, Felipe Negri, um dos organizadores da festa, postou uma foto sua no Facebook para mostrar um machucado provocado, segundo ele, por um “sequestro” promovido por seu sócio, Natanael Junior, da Lamparina Produções. Ele ainda não se pronunciou sobre a acusação. Algumas horas depois, Felipe apagou a imagem publicada.

A reportagem do site de VEJA tentou entrar em contato com a organização, mas a assessoria da produção do festival não atendeu ao telefone.

Cancelamentos

Entre as bandas que cancelaram suas apresentações está a Rock ‘n Roll All Stars, composta pelo vocalista e baixista do Kiss, Gene Simmons. Simmons tocaria com outros baluartes do rock ‘n roll, como Sebastian Bach, Mike Inez, Joe Elliott, entre outros. Sua mulher, Shannon Tweed, anunciou o cancelamento do show no Twitter na sexta-feira. “O produtor do show não foi localizado, então não podemos arcar sozinhos com a viagem da equipe. Não vamos fazer esse show.”

Em seu site oficial, os brasileiros do Hangar reclamaram terem recebido apenas uma pequena parcela do cachê. “Toda a negociação tinha ficado só no boca a boca, mas fomos muito claros que precisávamos de todo o cachê antes da nossa apresentação, pois precisávamos custear a nossa viagem até São Luís no nosso ônibus próprio. Não aceitávamos em condição alguma tocar sem o nosso backline. Até o momento, só recebemos 25% de nosso cachê e para cobrir todas as despesas de ida e volta (combustível, hospedagem e alimentação para banda e equipe), precisávamos de no mínimo 75%”.

Os metaleiros do Terra Prima, por sua vez, não receberam as passagens aéreas até o Maranhão e nem a confirmação da hospedagem na cidade. Os internacionais Venom, Saxon, Obskure e Unearthly se juntaram aos desistentes. “Cancelamos o show por causa de uma quebra grave no contrato”, informa o site oficial da banda Saxon.

Os ingleses do Venom não vão se apresentar pois seus vistos de trabalho no Brasil foram extraviados. “Nos disseram que foram parar na África. Como pode acontecer algo desse tipo?”, postou o vocalista Cronos.