Messi desembarca na Argentina para melhorar antes da Copa

Craque argentino disse que deseja chegar aos treinos com a seleção "com todas as baterias" e "para dar o melhor, como sempre"

O craque argentino Lionel Messi desembarcou nesta terça-feira em Buenos Aires, triste por não ter conquistado o campeonato espanhol com o Barcelona, mas disposto a mudar o “chip” para dar o melhor na Copa do Mundo como capitão da seleção de seu país.

“Sei que agora estou com a seleção, mudo o chip, como muitas vezes aconteceu o contrário, as coisas não iam bem na seleção e eu voltava e jogava bem no Barcelona. Esperemos que desta vez seja o contrário”, disse Messi à imprensa ao desembarcar no aeroporto internacional de Ezeiza, em Buenos Aires.

O astro argentino viajou em seguida para Rosario, sua cidade natal a 310 km de Buenos Aires, onde pretende descansar por alguns dias com a família antes de apresentar-se ao técnico da seleção, Alejandro Sabella, na próxima segunda-feira.

O craque argentino disse que deseja chegar aos treinos com a seleção “com todas as baterias” e “para dar o melhor, como sempre”.

Messi destacou que quando encontrar os amigos da seleção, “a cabeça vai mudar e será outra história”.

Na segunda-feira, antes de deixar a Espanha, Messi admitiu que não teve o ano esperado.

“Não foi meu melhor ano, gostaria de ter terminado de outra maneira, foi uma queda de toda a equipe”, afirmou, a respeito da temporada ruim do Barcelona, que no sábado empatou em 1-1 com o Atlético de Madrid e ficou em segundo lugar na Liga Espanhola.

Perguntado sobre o futuro no clube catalão, Messi declarou que não pretende ficar no Barça no dia que o clube não o quiser mais.

“Já disse muitas vezes que o Barcelona é minha casa, mas no dia que as pessoas não me quiserem mais, não ficarei. Amo este clube e se tem gente que não me quer, que dúvida de mim, prefiro ir embora, sem problema nenhum”, garantiu.

“La Pulga” sonha em conquistar a Copa do Mundo, uma aspiração pessoal da estrela do Barcelona, que venceu tudo que podia com o clube e é a grande esperança dos argentinos para ficar com a taça no Brasil.

A Argentina estreia na Copa do Mundo do Brasil-2014 no dia 15 de junho diante da Bósnia no Grupo F, antes de encarar Irã e Nigéria.