Medalhista olímpico italiano no vôlei passa mal e morre em quadra

Segundo um dirigente do Volley Forli, Bovolenta disse a seus companheiros de time quando começou a passar mal: 'Minha cabeça está girando, me ajudem que vou cair'

Roma, 25 mar (EFE).- O meio-de-rede e ex-jogador da seleção italiana de vôlei Vigor Bovolenta, de 37 anos de idade, morreu neste sábado após passar mal durante uma partida por sua equipe, o Voley Forli, contra o Lube Banca, em Macerata, pela série B2 do campeonato nacional.

‘De nada serviram os esforços dos paramédicos que tentaram por longo tempo reanimá-lo antes de levá-lo ao hospital, onde morreu’, diz um comunicado da Liga Italiana de Vôlei.

Segundo um dirigente do Volley Forli, Bovolenta disse a seus companheiros de time quando começou a passar mal: ‘Minha cabeça está girando, me ajudem que vou cair’. Ele então colocou a mão no lado esquerdo do peito e desmaiou.

No hospital, os médicos que atenderam o jogador disseram que a causa mais provável da morte foi um problema cardíaco. O atleta completaria 38 anos no dia 30 de maio. Além de vários títulos por clubes, Bovolenta tinha no currículo a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, pela seleção italiana.

Casado e com quatro filhos, com os quais vivia em Ravena, Bovolenta havia disputado 553 partidas pela Série A-1 (primeira divisão) em 21 anos como profissional. A rodada deste domingo pelos principais campeonatos do país terá um minuto de silêncio em sua homenagem. EFE