Maya Angelou ganha homenagem do Google

Escritora americana e ativista dos direitos humanos completaria neste quatro de abril 90 anos

São Paulo – Maya Angelou ganhou do Google neste quatro de abril um doodle em homenagem ao seu 90º aniversário. A escritora, poetisa e ativista dos direitos humanos americana morreu em 2014 e deixou um legado importante com suas obras e causas defendias.

Maya é considerada uma das mais influentes escritoras negras do século 20. “Eu sei por que o pássaro canta na gaiola”, publicado em 1969, nos Estados Unidos, é uma de suas obras mais repercutidas. No livro de memórias, a escritora fala da infância vivida em uma época de segregação racial.

Além de escritora e ativista, Maya foi dançaria, cantoria, professora, pesquisadora e a primeira motorista negra de ônibus na cidade de São Francisco.

Maya fez muitos amigos e colecionou admiradores ao longo de sua trajetória, entre os amigos mais próximos estão Martin Luther King Jr., James Baldwin e Malcolm X.

Em 2011, das mãos do então presidente Barack Obama, Maya foi condecorada com a medalha presidencial da liberdade – a mais importante homenagem dos Estados Unidos concedida a uma pessoa civil.

Maya morreu aos 86 anos em 28 de maio de 2014 na cidade de Winston-Salem, na Carolina do Norte. Na época, ela estava escrevendo uma autobiografia sobre suas experiências com líderes de todo o mundo.