Mark Spitz diz que marca de Michael Phelps é inspiradora

''Quando eu consegui nove (além das 12 de Munique, outras quatro na Cidade do México em 1968), também diziam que essa marca não seria superada'', contou Spitz

Barcelona – O ex-nadador americano Mark Spitz, dono de sete medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Munique 1972, afirmou na cúpula anual da Fundação Laureus em Barcelona que as 22 medalhas olímpicas de Michael Phelps servem de inspiração para outros atletas.

”Quando eu consegui nove (além das 12 de Munique, outras quatro na Cidade do México em 1968), também diziam que essa marca não seria superada”, contou Spitz, que apesar do otimismo, admitiu que o recorde de Phelps é ”muito difícil” de ser batido.

Na reunião da Fundação Laureus, que durará três dias, o ex-atleta ainda completou, dizendo ser impossível dizer quando um nadador poderá conquistar mais de 22 medalhas em toda sua carreira olímpica.