Leilão de objetos de Liz Taylor arrecada US$ 2,5 mi em Nova York

A litografia de Andy Warhol que retrata a atriz foi o objeto mais caro. Saiu por US$ 662.500

Nova York – Uma litografia na qual Andy Warhol retratou Elizabeth Taylor e um vestido da grife Dior que pertenceu à lendária atriz foram nesta quarta-feira as estrelas de um leilão organizado pela Christie’s em Nova York.

A casa de leilões arrecadou mais de US$ 2,5 milhões na jornada, que teve a litografia como o objeto mais caro: US$ 662.500.

A peça produzida por Warhol, aliás, foi a única obra de arte do leilão, centrado no guarda-roupa da estrela de Hollywood. Um elegante vestido de noite branco e com detalhes em prateado, assinado por Christian Dior, alcançou US$ 362.500.

Por outro lado, uma chamativa jaqueta confeccionada pela grife Versace, decorada com retratos da atriz elaborados em pedraria, acabou vendida por US$ 128.500.

Além disso, foi negociado por US$ 62.500 o vestido de seda verde e rosa produzido pela estilista Gina Fratini que a atriz usou em seu segundo casamento com o ator Richard Burton, em 1975.

Essa sessão faz parte de uma série de leilões centrados nos pertences da atriz que a Christie’s iniciou nesta terça-feira com a venda de suas joias, que arrecadaram quase US$ 116 milhões.

Nesta terça, o destaque foi todo da pérola conhecida como ‘A Peregrina’, um presente de Burton a Liz Taylor que encontrou comprador por US$ 11,8 milhões, o que estabeleceu o novo recorde mundial de venda de uma pedra preciosa durante um leilão.