Lady Gaga revela que foi violentada aos 19 anos

A cantora afirmou que precisou de anos de terapia para superar o trauma

A cantora Lady Gaga revelou que foi violentada quando tinha 19 anos, o que lhe exigiu anos de terapia para superar o trauma.

“Não quero ser definida por isto. Vou lamentar se alguém vier dizer que todas as coisas criativas e inteligentes que fiz estão sob a sombra do que um idiota me fez”.

Lady Gaga, cujo nome real é Stefani Germanotta, 28 anos, disse que foi violentada aos 19 anos, mas não deu detalhes, apenas que o agressor era 20 anos mais velho.

“São coisas que acontecem todos os dias, é triste e terrível, mas não me afetou de imediato, apenas algum tempo depois, quatro ou cinco anos mais tarde”, declarou a estrela pop ao apresentador americano Howard Stern.

“Não falei nada, sequer admiti isto para mim mesma por muito tempo. Depois percebi que todas estas bebidas e estes abusos (…) que deveria voltar à fonte porque não iria desaparecer”.

Lady Gaga, que jamais apresentou denúncia contra seu agressor, disse que um dia, casualmente, encontrou o homem em uma loja e ficou “paralisada de medo”.

A cantora fez tal revelação ao falar de sua música “Swine”, incluída no álbum “Artpop”, em 2013, que interpretou durante o festival South by Southwest, em maio, enquanto cavalgava um touro mecânico e recebia o vômito de uma mulher.

“A canção fala de um estupro, de desmoralização. Quero que esta garota vomite sobre mim diante de todo o mundo para dizer: ‘Sabem de uma coisa?! Jamais poderei me degradar tanto como já fiz a mim mesma, e vejam a beleza do que eu faço'”.