Foi um Maracanazo espanhol, dizem jornais

A derrota prematura da Espanha na Copa de 2014 foi lamentada pelos jornais espanhóis, que sugeriram o fim de um ciclo glorioso

São Paulo – Os jornais espanhóis lamentaram a eliminação precoce da Espanha na Copa do Mundo de 2014, após a derrota de 2 a 0 para a seleção do Chile.

Falando em fracasso, a mídia espanhola não poupou nas críticas ao time de Vicente del Bosque.

O jornal AS falou em novo Maracanazo (termo para a derrota brasileira na Copa de 50) da Espanha, sendo a primeira seleção eliminada do Mundial. 

A publicação lembrou as outras cinco vezes que o time foi eliminado ainda na primeira fase durante uma Copa do Mundo.

O madrilenho Marca falou em estrelismo dos jogadores. “A campeã do mundo não durou nem uma semana no Brasil”, escreveu.

Para ela, o “ciclo mais glorioso da história do futebol espanhol morreu em um templo”. Lembrando do Rei Juan Carlos, o jornal afirmou que o campeão “abdicou do trono”.

O El País, um dos principais jornais espanhóis, foi mais comportado, falando apenas em noite triste diante da eliminação. O jornal ainda fala do fim do ciclo vitorioso da Espanha, que não conseguiu repetir a atuação de 2010.

O El Mundo fala de um “fracasso mundial”. Para o jornal, o desempenho decepcionante do time de Vicente del Bosque foi incapaz de contrariar a vontade dos chilenos.

O catalão Sport publicou sobre o KO histórico da Espanha. O jornal ainda lembrou a maldição dos campeões, que também atingiu a França em 2002 e a Itália em 2010.