Jamaicanos serão primeiros a assistir documentário sobre Bob Marley

Documentário será a primeira produção americana que estreará no Facebook e nas salas de cinema do país ao mesmo tempo

Miami – Um documentário sobre a vida do cantor Bob Marley, que chegará aos cinemas americanos nesta sexta-feira, será exibido em primeira mão para os jamaicanos nesta quinta-feira, segundo informaram familiares do músico em entrevista coletiva concedida hoje.

Participaram da cerimônia Rita Marley, viúva do cantor, Cedella e Rohan Marley, dois dos doze filhos do músico jamaicano, além de outras pessoas que participaram da vida do artista.

Dirigido por Kevin MacDonald, a pré-estreia de Marley será realizada no Emancipation Park, em Kingston. Cinco mil jamaicanos terão a oportunidade de assistir o filme sobre o cantor.

“Bob Marley é um filho da terra da Jamaica, e agora os jamaicanos, junto com o resto do mundo, terão a oportunidade de experimentar e ver a realidade, não a fantasia, e verão a verdadeira história de Bob Marley”, disse Rita Marley.

MacDonald disse em comunicado que o público mais importante para Bob Marley é o da Jamaica. O cineasta disse que espera que as pessoas saiam do filme com um amor renovado pela música de Bob Marley.

Esta será a primeira produção americana que estreará no Facebook e nas salas de cinema do país ao mesmo tempo. Parte da renda dos ingressos será destinada para a organização Save the Children, defensora dos direitos da infância.

O documentário estará disponível na página oficial de Bob Marley na rede social, mas só se poderá ser visualizada na Jamaica, Porto Rico, Bahamas e Estados Unidos. A obra de MacDonald poderá ser vista no Facebook por um preço de US$ 6,99.

O documentário conta a vida do artista desde seu início até quando Bob chegou ao estrelado, e conta com material inédito e entrevistas com parentes, amigos e músicos.