Vaza vídeo de irmã de Beyoncé agredindo Jay-Z em elevador

Segundo filmagem, Solange Knowles agrediu o cunhado com tapas e pontapés dentro do elevador de um luxuoso hotel de Nova York

Nova York – A irmã da cantora norte-americana Beyoncé, Solange Knowles, agrediu o cunhado Jay-Z com tapas e pontapés dentro do elevador de um luxuoso hotel de Nova York – segundo uma filmagem feita por câmeras de segurança interna que vazou na internet.

O hotel Standard de Manhattan garantiu nesta segunda-feira que investiga como o vídeo foi parar no site de celebridades TMZ, responsável pela publicação das imagens.

A filmagem, de baixa qualidade e em preto e branco, mostra Solange dando chutes e tapas em Jay-Z no hotel, onde ocorria uma “after-party” cheia de estrelas após o glamouroso baile de gala do museu Metropolitan de Nova York, no último 5 de maio.

No clipe, é possível ver a cantora Beyoncé, de 32 anos, entrando no elevador acompanhada do marido, Jay-Z, com quem é casada há seis anos, e da irmã. Imediatamente, Solange começa a dar tapas no cunhado e chega inclusive a dar-lhe pontapés. A agressão só foi interrompida com a chegada do guarda-costas do rapper, que afastou Solange.

Beyoncé permanece quieta ao lado do marido, enquanto a irmã, também cantora, o agride.

Os três são facilmente reconhecíveis por causa dos trajes que levavam na noite da festa. Solange usa um vestido cor-de-rosa Phillip Lim, Beyoncé um vestido preto com transparências da maison Givenchy e Jay-Z veste um smoking branco.

Em e-mail enviado à AFP, o hotel Standard manifestou sua indignação pela publicação do vídeo de três minutos e meio, que se tornou viral. O estabelecimento também ameaçou entrar com ações disciplinares e legais contra o suposto autor da divulgação.

“Estamos chocados e desapontados com o fato de que tenha havido uma clara violação do nosso sistema de segurança e da privacidade que garantimos a nossos clientes”, afirma o hotel.

Nem Solange, nem Beyoncé, nem Jay-Z se pronunciaram sobre o assunto em suas respectivas páginas no Twitter, e seus representantes oficiais ainda não emitiram comentários sobre o ocorrido.

//www.youtube.com/embed/Eh_WJ9T0PCE?feature=player_detailpage