Inglaterra vence Suécia e volta à semifinal da Copa após 28 anos

Depois de deixar para trás Holanda, Itália e Alemanha no ciclo do mundial russo, o valente time da Suécia não conseguiu superar a renovada equipe inglesa

Depois de 28 anos, a Inglaterra voltou a se classificar para a semifinal da Copa do Mundo, neste sábado em Samara, após vencer a Suécia por 2 a 0.

Harry Maguire, aos 30 minutos do primeiro tempo, e Dele Alli, aos 14 da segunda etapa, fizeram os gols que garantiram o English Team na semifinal pela terceira vez na história.

O goleiro Jordan Pickford mais uma vez chamou a atenção realizando belas defesas. Foram pelo menos três ações decisivas para manter a vantagem inglesa e evitar o gol sueco. Já Harry Kane, artilheiro da Copa com seis gols, não conseguiu balançar as redes para ampliar sua vantagem na briga pela Chuteira de Ouro.

Depois de deixar para trás Holanda, Itália e Alemanha no ciclo do mundial russo, o valente time da Suécia não conseguiu superar a renovada equipe inglesa, que começa a se livrar da tradicional desconfiança para sonhar com o bicampeonato.

A Inglaterra agora espera o vencedor da última partida de quartas de final, entre Rússia e Croácia, para descobrir o adversário da próxima quarta-feira em busca da vaga na decisão. A semifinal será disputada na quarta-feira, em Moscou, às 15h pelo horário de Brasília.

Bola parada

Após as atuações no mundial, Inglaterra e Suécia aparentava ser um jogo em que as equipes apostariam em jogadas pelo alto, esperando o momento certo de buscar o gol.

A primeira chance do jogo só veio aos 12 minutos, com a Suécia arriscando de fora da área em chute de Claesson. Já a Inglaterra conseguiu infiltrar a defesa sueca apenas aos 18, em chute de Harry Kane que passou rente à trave de Olsen.

Os estilos das duas equipes complicava jogadas com trocas de passe e triangulações, já que ambas defesas estavam bem postadas em campo. Sendo assim, novamente a bola parada se fez necessária e foi decisiva na primeira etapa.

Aos 30 minutos, Ashley Young cobrou escanteio na área para Maguire subir mais alto e cabecear com firmeza para o fundo das redes para abrir o placar.

A Inglaterra controlou todo o primeiro tempo e ainda teve chances de ampliar a vantagem, mas Sterling desperdiçou oportunidade clara ao ficar cara a cara com o arqueiro sueco, aos 45.

Pickford salva

Na volta do intervalo, a Suécia foi para o abafa inicial em busca do empate. Aos 2 minutos, Berg recebeu cruzamento preciso e cabeceou firme para a linda defesa de Pickford.

Mas a Inglaterra se segurou e voltou a ditar o ritmo da partida, rondando a área sueca e apostando em cruzamentos. Aos 14, Lindgard recebeu na intermediária pelo lado direito e cruzou na cabeça de Dele Alli, que testou firme para ampliar a vantagem inglesa.

A Suécia então foi tentar reverter o prejuízo. Dois minutos depois de sofrer o segundo gol, a equipe escandinava colocou a bola no chão e criou a melhor chance de toda partida. O time trocou passes pelo lado direito e Berg fez o pivô dentro da área ajeitando para a chegada de Claesson, que parou em mais uma defesaça de Pickford.

Aos 25, Pickford apareceu mais uma vez para fazer defesa milagrosa com a ponta dos dedos, após chute de Berg completando jogada pelo lado esquerdo.

Mesmo com 20 minutos para tentar buscar o empate, a Suécia não conseguiu ser criativa para furar o bloqueio inglês e viu o tempo passar para a Inglaterra confirmar o retorno à semifinal após 28 anos.