Iñárritu tenta repetir façanha de “Birdman” com “O Regresso”

O estado de graça do cineasta mexicano Alejandro González Iñárritu pode estender-se amanhã quando foram anunciadas as indicações da 88ª edição do Oscar

Los Angeles – O estado de graça do cineasta mexicano Alejandro González Iñárritu pode estender-se amanhã quando foram anunciadas as indicações da 88ª edição do Oscar, uma vez que sua última obra, “O Regresso”, está entre as favoritas um ano após ter conquistado público e crítica com “Birdman (ou A Inesperada Virtude da Ignorância)”.

“Birdman”, o retrato de uma decadente estrela do cinema de super-heróis que quer ressurgir em uma peça da Broadway, conseguiu nove indicações ao Oscar no ano passado, três delas para o cineasta da Cidade do México: melhor diretor, melhor roteiro – partilhado com Nicolás Giacobone, Armando Bo e Alexander Dinelaris Jr. – e melhor filme, por ser produtor do filme.

Iñárritu, que acaba de ganhar três Globos de Ouro com “O Regresso” (melhor filme de drama, melhor diretor e melhor ator, para Leonardo DiCaprio), poderia repetir a façanha do Oscar 2015, já que os especialistas apostam que o filme acumulará indicações como melhor filme, melhor diretor, melhor ator e melhor fotografia (Emmanuel Lubezki).

Além disso, poderia conseguir nomeações para prêmios técnicos, como melhor edição, melhor maquiagem, melhor edição de som e melhor mixagem de som.

Os especialistas preveem que “O Regresso” estará acompanhado na categoria de melhor filme por produções como “Spotlight – Segredos Revelados”, “Perdido em Marte”, “Ponte dos Espiões”, “A Grande Aposta”, “Mad Max: Estrada da Fúria”, “Carol”, “O Quarto de Jack” e “Brooklyn”.

Há quem pense inclusive que “Star Wars: O Despertar da Força” poderia se meter entre os favoritos, da mesma forma que títulos com menos chances a priori como “Straight Outta Compton: A História do N.W.A.” e “Sicario: Terra de Ninguém”.

As apostas indicam que Iñárritu tem possibilidades de revalidar seu Oscar como melhor diretor, uma categoria na qual Ridley Scott (“Perdido em Marte”), Steven Spielberg (“Ponte dos Espiões”), Tom McCarthy (“Spotlight”) e George Miller (“Mad Max”) parecem nomes certos.

O mesmo ocorre com DiCaprio, favorito nas previsões como melhor ator, categoria onde provavelmente terá que enfrentar Matt Damon (“Perdido em Marte”), Michael Fassbender (“Steve Jobs”), Bryan Cranston (“Trumbo: Lista Negra”) e Eddie Redmayne (“A Garota Dinamarquesa”).

A favorita como melhor atriz é Brie Larsson (“O Quarto de Jack”), que deve ter a companhia de Saoirse Ronan (“Brooklyn”), Cate Blanchett (“Carol”), Charlotte Rampling (“45 Anos”) e Jennifer Lawrence (“Joy: O Nome do Sucesso”) na disputa pela estatueta.

Na lista de candidatos ao Oscar para os prêmios de melhor ator e atriz coadjuvante não faltarão nomes como Sylvester Stallone (“Creed: Nascido Para Lutar”), Mark Rylance (“Ponte dos Espiões”), Mark Ruffalo (“Spotlight”), Rooney Mara (“Carol”), Alicia Vikander (“A Garota Dinamarquesa”) e Jennifer Jason Leigh (“Os Oito Odiados”).

O anúncio das 24 indicações será realizado amanhã a partir das 5h30 (horário local, 11h30 de Brasília) durante um entrevista coletiva no Samuel Goldwyn Theater, de Beverly Hills (Califórnia).

A presidente da Academia de Hollywood, Cheryl Boone Isaacs, será a encarregada de anunciar os nomes dos candidatos com a ajuda do cineasta mexicano Guillermo del Toro, o ator John Krasinski e o diretor taiwanês Ang Lee.

A cerimônia da 88ª edição do Oscar está marcada para o dia 28 de fevereiro no Dolby Theater, em Hollywood (Califórnia).