Hublot aposta na tendência dos relógios com pulseiras intercambiáveis

A relojoaria suíça apossa em customização de pulseiras, que fez enorme sucesso na década de 1980

Mania nos anos 1980, os relógios que permitem a troca de pulseiras, em geral bem coloridas, voltaram a fazer enorme sucesso na última década. É uma tendência na qual a relojoaria suíça Hublot, não à toa surgida nos anos 1980, aposta várias de suas fichas. Em janeiro, a grife anunciou sua coleção de pulseiras intercambiáveis mais chamativa.

Desenvolvida em parceria com a renomada companhia têxtil Bischoff, sediada em St Gallen, na Suíça, ela é composta por seis pulseiras bordadas. Foram desenvolvidas duas padronagens, uma que remete ao tweed e outra a um design étnico, com duas combinações de cores – fúcsia e bordô, verde e rosa, e turquesa e azul.

As novas opções permitem que os proprietários de um relógio da linha Big Bang da Hublot repaginem o modelo a qualquer momento – batizada de One Click, a pulseira patenteada pela relojoaria é dotada de um sistema de fixação que permite a troca com um simples gesto. A vantagem dos novos acessórios é deixar todos os relógios mais versáteis a qualquer tipo de situação. Surgiu um evento mais formal? É só recorrer novamente às pulseiras mais conservadoras.

Além da nova coleção, a Hublot comercializa pulseiras com efeitos holográficos ou cores vibrantes, feitas de borracha ou de couro de bezerro e jacaré. Vendidas só nas lojas da grife fora do Brasil, custam a partir de US$ 570. Refletem uma das máximas mais conhecidas da Coco Chanel: “ moda sai de moda, o estilo jamais”. hublot.com

Pulseiras Hublot Pulseiras Hublot

Pulseiras Hublot (Hublot/Divulgação)