Homem também deve ter tratamento para pele

Após 50 anos, repórter tomou coragem e foi consultar uma especialista em pele masculina

São Paulo – Os designíos da vida me levaram a fazer esse gesto temerário: consultar uma fisioterapeuta dermatofuncional. Ou seja, uma profissional que realmente entende de pele e sabe como trata-la. Monica Santos, que atende em seu consultório na rua Oscar Freire, em São Paulo, é uma moça gentil e atenciosa que demonstra entender bastante do assunto. Principalmente de pele masculina. De fato, a maior parte dos seus clientes são homens, uma frequência que vem, segundo ela, aumentando sensivelmente nos últimos tempos.

É uma preocupação nova, principalmente para quem tem mais de meio século de vida. O que explica em parte o meu medo: eu tinha certeza de que o diagnóstico de Monica não me traria novidades agradáveis. Basta lembrar que, na primeira metade da minha vida, pelo menos, simplesmente não existia filtro solar.

Na praia, a gente queimava mesmo e, quando a dor era insuportável, passava uma espécie de graxa branca, então conhecida como “creme”, para aliviar a sensação de se estar incendiando.

Acomodei-me numa espécie de maca e permiti que Mônica me examinasse com uma lupa gigante. Isso sim é temerário. Tive vontade de dizer “assim não vale”, mas contive-me. Dito e feito, ela começou dizendo que eu tinha muitas manchas de sol. Muitas. Além disso: muito cravo, gorduras, sebinho. Ah! E flacidez facial. Finalmente, um brinde extra: um melasma. “Uma mancha que fica lá em baixo da pele, um pouco mais escura”, explicou Monica.

Sai da minha consulta carregando o peso dos anos e a certeza de que o melhor mesmo é cuidar da pele o quanto antes. Meu problema pode ser tratado sim, mas com mais de uma dúzia de sessões: uma para limpeza de pele “profunda”, três para o peeling, que retirará as manchas de pele, e mais pelo menos dez sessões para recuperar a musculatura do meu rosto cansado.

Enquanto não resolvo tomar jeito na vida e me submeter ao tratamento da Mônica, aconselho aos meus caros leitores masculinos a buscar, logo, um bom diagnóstico de uma dermatofuncional. Sem medo de ser feliz.

http://player.sambatech.com.br/current/samba-player.js?playerWidth=590&playerHeight=396&ph=2320e1ccedbf559da8582d05698fc22d&m=621ec1d0423150f0eb445bba2df36716&hasResize=false

Serviço
Monica Santos
Karaji
Rua Oscar Freire, 1990 – São Paulo, SP
Tel: 11- 3088-0441