Hamilton dispara na liderança com vitória no GP da França

Esta é a 79ª vitória de Hamilton desde o início de sua carreira, e a 6ª nesta temporada

Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da França de Fórmula 1 neste domingo, ficando à frente de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas e confirmando o domínio absoluto da Mercedes no Campeonato Mundial, no qualvenceram todas as corridas desde o início da temporada.

Esta é a 79ª vitória de Hamilton desde o início de sua carreira, e a 6ª nesta temporada.

Isso permite que ele aumente sua vantagem sobre seu companheiro de equipe no Campeonato Mundial de Pilotos.

As duas Mercedes ultrapassaram Charles Leclerc (Ferrari) e Max Verstappen (Red Bull) na linha de chegada.

Hamilton, que largou na pole, liderou a prova do início ao fim depois de ter contido com facilidade as tentativas de ultrapassagem de Bottas na largada.

E ao terminar a corrida reclamou do mau estado de seus pneus e do calor sobre um asfalto pouco uniforme, embora tenha reconhecido estar vivendo “o melhor início de temporada e do Mundial”.

Em uma corrida sem muita emoção, a presença de um cone junto à pista, mas recolhido rapidamente por um comissário de pista, foi um dos eventos de destaque.

Charles Leclerc ameaçou o segundo lugar de Bottas nas últimas voltas, mas sem chegar a superar o finlandês.

Hamilton ainda bateu o recorde da pista em várias ocasiões, mas foi o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), quinto, quem ganhou o ponto suplementar pela volta mais rápida da corrida, depois de ter parado nos boxes para colocar pneus novos em sua Ferrari.

Também houve uma disputa animada entre Daniel Ricciardo (Renault), Lando Norris (McLaren), Kimi Räikkönen (Alfa Romeo) e Nico Hülkenberg (Renault) pela sétima posição, na qual o australiano acabou sendo o vencedor.

– Classificação do Grande Prêmio da França:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) os 309,690 km em 1h 24:31.198

2. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) a 18.056

3. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 18.985

4. Max Verstappen (HOL/Red Bull-Honda) a 34.905

5. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) a 1:02.796

6. Carlos Sainz Jr (ESP/McLaren-Renault) a 1:35.462

7. Daniel Ricciardo (AUS/Renault) a 1 volta

8. Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

9. Nico Hülkenberg (ALE/Renault) a 1 volta

10. Lando Norris (GBR/McLaren-Renault) a 1 volta

11. Pierre Gasly (FRA/Red Bull-Honda) a 1 volta

12. Sergio Pérez (MEX/Racing Point-Mercedes) a 1 volta

13. Lance Stroll (CAN/Racing Point-Mercedes) a 1 volta

14. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso-Honda) a 1 volta

15. Alexander Albon (TAI/Toro Rosso-Honda) a 1 volta

16. Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo Racing-Ferrari) a 1 volta

17. Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 1 volta

18. Robert Kubica (POL/Williams-Mercedes) a 2 voltas

19. George Russell (GBR/Williams-Mercedes) a 2 voltas

Melhor volta na corrida: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 1:32.740 na volta 53 (média: 210,084 km/h)

Abandono:

Romain Grosjean (FRA/Haas-Ferrari): problema mecânico, volta 45

– Classificação geral de pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 187 pts

2. Valtteri Bottas (FIN) 151

3. Sebastian Vettel (ALE) 111

4. Max Verstappen (HOL) 100

5. Charles Leclerc (MON) 87

6. Pierre Gasly (FRA) 36

7. Carlos Sainz Jr (ESP) 26

8. Daniel Ricciardo (AUS) 22

9. Kimi Räikkönen (FIN) 17

10. Kevin Magnussen (DIN) 14

11. Nico Hülkenberg (ALE) 14

12. Sergio Pérez (MEX) 13

13. Lando Norris (GBR) 13

14. Daniil Kvyat (RUS) 10

15. Alexander Albon (TAI) 7

16. Lance Stroll (CAN) 6

17. Romain Grosjean (FRA) 2

– Classificação geral de construtores:

1. Mercedes 338 pts

2. Ferrari 198

3. Red Bull-Honda 136

4. McLaren-Renault 39

5. Renault 36

6. Racing Point-Mercedes 19

7. Alfa Romeo Racing-Ferrari 17

8. Toro Rosso-Honda 17

9. Haas-Ferrari 16

10. Williams-Mercedes: 0