Google homenageia “Pai dos Surdos” com novo doodle

O educador Charles-Michel de l'Épée fundou a primeira escola pública para deficientes auditivos na França e dedicou sua vida ao ensino para surdos

São Paulo – Neste sábado, o Google está usando um doodle animado em homenagem ao educador Charles-Michel de l’Épée, que fundou a primeira escola pública para deficientes auditivos na França.

O pensador dedicou sua vida ao desenvolvimento de métodos de ensino para surdos e, por isso, ficou conhecido como “Pai dos Surdos”. 

No seu aniversário de 306 anos, a homenagem busca dissipar o equívoco de que pessoas com deficiência auditiva são incapazes de aprender.

Nascido em Versalhes, em 1712, L’Épée estudou teologia e direito antes de se dedicar à caridade em Paris. Durante esse período, ele conheceu duas jovens surdas que viviam nas favelas da capital francesa e que se comunicavam usando a linguagem de sinais.

Essa amizade o inspirou a mudar inúmeras vidas numa época em que muitos surdos eram discriminados na sociedade. 

A Instituição Nationale des Sourds-Muets, em Paris, foi bancada inteiramente às custas do próprio educador.

“Não é para os ricos que eu me dediquei, é apenas para os pobres. Se não fosse por estes, eu nunca teria me doado à educação de surdos e mudos”, disse ele.