Fliaraxá reúne nomes da literatura brasileira em MG

Com o tema "Leitura por um mundo melhor", o evento traz palestras e oficinas com grandes nomes da literatura nacional

São Paulo – Começa nesta quinta-feira, dia 9, a terceira edição do Fliaraxá – o Festival Literário de Araxá, Minas Gerais.

Com o tema “Leitura por um mundo melhor”, o evento, realizado até domingo, 12, traz palestras e oficinas com grandes nomes da literatura nacional, como Zuenir Ventura, Luiz Ruffato, Fabrício Carpinejar, Affonso Romano de Sant’Anna e Humberto Werneck, colunista do jornal O Estado de S.Paulo. O escritor mineiro Luiz Vilela será o homenageado este ano.

O festival conta ainda com leituras dramáticas e atividades para crianças. A exposição Quartos de escrita – Retratos de Escritores em Hotéis, do fotógrafo Daniel Mordzinski, traz 70 fotos de escritores.

Há 35 anos, o artista se dedica a fotografar autores como Jorge Luis Borges, Ernesto Sabato, Gabriel Garcia Márquez, Eduardo Galeano, Mario Vargas Llosa, Eric Hobsbawm, Nadine Gordimer e Umberto Eco. A mostra ficará no Grande Hotel de Araxá.

Este ano, os escritores Humberto Werneck e Leo Cunha compartilham a curadoria do festival com Afonso Borges, idealizador do Fliaraxá e do Sempre um Papo. A última edição do evento reuniu cerca de 15 mil pessoas e homenageou Adélia Prado.

As atividades serão transmitidas de forma simultânea pela internet, no site do Fliaraxá. Cinco debates serão selecionados e exibidos pela TV Câmara. A sede do festival fica na Fundação Cultural Calmon Barreto, localizada na Praça Arthur Bernardes, nº 10, no Centro.