Filha de Caroline de Mônaco tem medo de morrer como Lady Di

Nas últimas semanas, o 'assédio' dos paparazzi que amedronta Charlotte chegou ao limite do que ela poderia suportar

Paris – A jovem Charlotte Casiraghi, filha da Caroline de Mônaco, leva uma vida de luxo e vive nos palácios da casa real, porém, possui medo de morrer como Lady Di, a qual faleceu em 1997 quando seu motorista tentava escapar do assédio dos paparazzi.

Desde o final de dezembro, a segunda filha de Caroline de Mônaco com Stéfano Casiraghi se sente acuada e com medo. Essa situação foi denunciada pelo advogado de Charlotte, Alain Toucas, e divulgada pela revista ‘Le Nouvel Observateur’.

‘Um batalhão de fotógrafos persegue Charlotte dia e noite, todos equipados com inúmeros objetos pesados. A princesa não sabe diferenciar se tratam de câmeras objetivas ou de armas’, explica Toucas.

A pedido da própria princesa, o advogado recorreu à justiça francesa ao entender que o que está acontecendo pode ser considerado como um ‘crime de violência moral’.

‘A princesa vive um inferno diário. Estas perseguições de carros e de motos representam um risco muito grave, além de por em risco a vida de outros. Eu vivi com a princesa de Gales, a quem tive a honra de representar, e não tenho nenhum desejo de repetir essa situação’, declarou o advogado ao jornal ‘Le Parisien’.

Charlotte nasceu em um contexto no qual a perseguição midiática é relativamente habitual. A prova disso é que sua mãe processou – e ganhou – a revista francesa ‘VSD’ em 1994 por ter, literalmente, revirado o lixo de sua residência e publicado o material encontrado.

Mas, nas últimas semanas, o ‘assédio’ que amedronta Charlotte, sobrinha do príncipe Albert de Mônaco, chegou ao limite do que pode suportar a campeã de equitação. Segundo a imprensa francesa, no último mês de dezembro, a princesa estaria namorando o rico jovem britânico Alexander Dellal.


Já a última capa da revista ‘Paris Match’, por exemplo, revelou que a princesa tinha iniciado um romance com o cômico e ator Gad Elmaleh, famoso por suas aparições em ‘Meia Noite em Paris’, de Woody Allen, e ‘As Aventuras de Tintim’, de Steven Spielberg.

Desde então, umas 15 pessoas vigiam permanentemente os passos de Charlotte, a qual já não consegue frequentar o curso de Filosofia da Universidade da Sorbonne.

‘A filha de Caroline de Mônaco não sabe se estes são potenciais agressores ou paparazzi’, explica o advogado, que destaca a ‘ansiedade’ pela qual está submetida Charlotte Marie Pomeline Casiraghi.

‘Essa posse de alguém que não está em situação de poder é idêntica a um abuso no sentido jurídico do termo. Ou seja, uma violação’, conclui Toucas.