Fifa elogia polícia brasileira por prisão de cambistas

Segundo a investigação, os acusados conseguiam ingressos com a própria Fifa e com algumas delegações

Rio – A Fifa quer verificar se os ingressos apreendidos pela Polícia Civil do Rio de Janeiro nesta terça-feira são verdadeiros. A porta-voz Delia Fischer disse que a entidade não pode comentar o caso porque as entradas ainda não foram testadas.

“Não temos novidades, não podemos falar nada pois precisamos ver os ingressos que foram apreendidos”, disse Delia Fischer. “Podem ser falsos. Precisamos checar no aparelho de validação e só a Fifa pode testar a veracidade desses ingressos apreendidos.”

A porta-voz aproveitou para exaltar o trabalho dos policiais brasileiros. “Estamos muito felizes pela ação tão proativa da polícia do Brasil contra a venda ilegal de ingressos”, declarou.

Nesta quarta, estava marcada uma reunião com os delegados Fernando Veloso, responsável pela investigação, e Fábio Barucke, da 18ª DP, e um representante da Fifa, para a entidade finalmente tomar conhecimento do inquérito.

A operação “Jules Rimet” prendeu 11 suspeitos de serem cambistas com ingressos da Copa no Rio e em São Paulo.

Segundo a investigação, os acusados conseguiam ingressos com a própria Fifa e com algumas delegações. Foram apreendidos cerca de 130 ingressos, sendo 10 da Confederação Brasileira de Futebol.