Festa do Grammy terá estrelas com roupas pudicas

Um e-mail interno que teria vazado avisava às convidadas: "assegurem-se de que as nádegas e os seios estejam adequadamente cobertos"

Los Angeles – O mundo da música está pronto para celebrar no domingo em Los Angeles a entrega da 55ª edição dos prêmios Grammy, a maior festa da música americana, onde se apresentarão astros como Justin Timberlake, Taylor Swift e Rihanna.

No entanto, o evento está marcado por um correio eletrônico privado que supostamente foi enviado pelo canal CBS, que transmite a cerimônia, às convidadas:

“Por favor, assegurem-se de que as nádegas e os seios estejam adequadamente cobertos”, assinala o e-mail que vazou para a revista Deadline Hollywood.

“Evitem expor a pele nua sob as curvas das nádegas”, prossegue o e-mail, que também pede para evitar tecidos transparentes e de tamanho reduzido, para evitar incidentes como o que ocorreu com a cantora Janet Jackson durante Super Bowl de 2004, quando seu seio ficou à mostra.

O novo código de vestuário se choca com as extravagâncias recorrentes no mundo da música: em 2010, Lady Gaga chegou envolta em carne crua para o prêmio da MTV; em 2011, a mesma cantora pop foi para os Grammy dentro de um ovo gigante. Sem falar no vestido verde da Versace, que mostrou sem pudor o torso de Jennifer López nos Grammy 2000.

A banda FUN. é a favorita, com seis indicações para seu álbum “Some Nights” e a canção “We Are Young”: álbum do ano, gravação e música do ano, melhor performance de duo ou grupo pop, artista revelação e melhor álbum vocal.

Já o raper Franck Ocean compete em segundo lugar com quatro indicações: álbum do ano por “Channel Orange”, gravação do ano por “Thinking about you”, artista revelação e melhor álbum urbano contemporâneo.

A festa acontece no Staples Center de Los Angeles, onde também se apresentarão Elton John e a banda britânica de folk Mumford & Sons.

Os organizadores prestarão um tributo com um prêmio honorário ao citarista indiano Ravi Shankar, falecido em dezembro.