Felipão espera montar 90% do time da Copa do Mundo em 2013

Novo técnico da seleção pretende utilizar a Copa das Confederações como um "balizamento"

São Paulo – O técnico Luiz Felipe Scolari pretende utilizar a Copa das Confederações como um “balizamento” para a seleção brasileira. Ele vai aproveitar a competição para observar a reação dos jogadores não apenas dentro de campo, mas também comportamento e como lidam com situações de stress e a partir daí definir mudanças, técnicas ou táticas, que julgar necessárias.

“A minha expectativa para a Copa das Confederações é para mais ou menos idealizar e montar 90% da equipe que estará no Mundial”, disse Felipão nesta sexta-feira, em São Paulo, em evento da Fifa no Anhembi que precede ao sorteio da Copa das Confederações. “Sei que de um ano para o outro surgem muitos atletas em condições de jogar na seleção e vamos analisar os espaços que nós temos é que podem ser preenchidos no futuro.”

O treinador define o torneio-teste para a Copa do Mundo como uma oportunidade “muito interessante para ele”, por ser realizada no Brasil e ter adversários bem fortes. “Já que não participamos das Eliminatórias, é bom para ver como reagem os atletas em jogos deste nível.”

Isso não significa que Felipão queira uma chave inicial apenas com adversários fortes na Copa das Confederações – o Brasil já terá a Itália em seu grupo. “Nem tanto ao mar, nem tanto a terra. Temos a Itália e vamos pegar ou México ou Japão. Mas temos de enfrentar quem vier”, enfatizou.