Federer deve vir ao Brasil para enfrentar Guga em 2012

Recordista de títulos em Grand Slams negocia para fazer uma partida de exibição contra o ex-tenista brasileiro

São Paulo – O suíço Roger Federer deve jogar no Brasil pela primeira vez na carreira em 2012. Existe uma negociação para que o atual terceiro colocado do ranking mundial enfrente Gustavo Kuerten, ex-número 1 e dono de três títulos de Roland Garros, no Rio, no final do próximo ano.

Guga, de 35 anos, já enfrentou Federer, de 30 anos, três vezes e tem retrospecto positivo contra o suíço. Venceu o ex-número 1 na terceira rodada de Roland Garros, em 2004, e um ano antes, no Masters de Indian Wells. Perdeu apenas no primeiro confronto entre os dois, em 2002, no Masters de Hamburgo. Todos os confrontos ocorreram depois que o catarinense começou a sentir a lesão no quadril que abreviou sua carreira.

Nova partida entre os dois seria possível porque a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) encurtou o calendário de torneios em duas semanas a partir do próximo ano. Federer terá mais tempo para visitar países onde nunca jogou, como Brasil e Argentina. O maior entrave seria o valor pedido pelo suíço para cada exibição: 2 milhões de euros (R$ 5 milhões) por jogo. Mas uma grande produtora de eventos procura reunir patrocinadores para resolver a questão.

O próprio Guga manifestou o interesse em jogar contra adversários de grande impacto como Federer e Rafael Nadal no final de 2010. No ano passado, sua exibição de final de temporada foi contra Andre Agassi, também ex-número 1 do mundo e dono de títulos em todos os torneios do Grand Slams.

Em dezembro, já está quase tudo acertado para que o rival do catarinense em novo jogo no Maracanãzinho seja Pete Sampras. O americano é até hoje recordista de permanência à frente do ranking mundial – 286 semanas, uma a mais que Federer. Ele perdeu para Guga na semifinal da memorável campanha do título da Masters Cup em 2001.