Faça da corrida uma rotina

Antes de se sentir um bom corredor, é preciso seguir um longo caminho de treinos e corridas

São Paulo – Depois de algumas semanas de treinamento você começará a sentir que dentro de você há um bom corredor. Mas até que isso aconteça é preciso seguir um longo caminho de treinos e corridas. Você confia que sua força de vontade vai funcionar? “Nos autoconvencemos do que temos de fazer e isso significa uma alta pressão em nossa força de vontade, que é um recurso limitado”, diz Heidi Grant Halversorn, diretor adjunto do’Motivation Science Centre e da Escola de Negócios da Universidade de Columbia. Uma vez que sua vontade se debilita, quando está cansado o estressado, muitas coisas passam a parecer mais atrativas do que correr. Essa força de seguir adiante, portanto, pode se enfraquecer.

Apresentamos algumas dicas de Charles Duhigg, autor do livro “The Power of Habit”, sobre como fazer da corrida um hábito duradouro. “Uma vez que o exercício se torne um hábito, ele pode ser mantido mais facilmente”, diz Duhigg. Ele acrescenta que “quando você sente vontade e prazer em se exercitar não é preciso de muita força de vontade”.

1 – Chaves para seguir – Segundo Duhigg, cada hábito consiste em um grupo de chaves para seguir adiante, tais como tempo, lugar, música, empresa, recompensas (chocolate, vitaminas, massagens, etc.) e uma rotina. Então, escolha o que você gosta ou faz você se sentir mais confortável. Escreva isso em um cartaz e pendure-o onde possa vê-lo todos os dias. Essas palavras serão as chaves e recompensas de seu treinamento, atuam como motivadoras para você seguir adiante. Teste por uma semana e se não funcionar use novas chaves para sua corrida.

2 – Seja constante – Crie uma rotina para que seu corpo e mente associem esse momento à corrida. Repita a estratégia sempre que for correr. Corra na mesma hora do dia, por exemplo. Deixe a roupa de treino preparada perto da cama. Quando der a hora, pegue seus fones de ouvido e siga para a corrida. Charles Duhigg diz que assim você cria conexões neurais que fazem da atividade física um hábito.

3 – Recompensa imediata – Passe algum tempo fazendo algo que realmente goste ao terminar a corrida ou o treino. Você pode tomar um banho quente, comer um doce pequeno ou um chocolate amargo. Isso fará com que seu cérebro passe a associar a atividade física com uma recompensa positiva.

4 – Sistema de apoio – Configure sua rotina de corrida com atividades que lhe façam sentir-se bem e lhe motivem a treinar diariamente. Reúna-se com o amigos para correr, por exemplo, e socialize-se ao mesmo tempo em que se exercita.