Exposição traz fotos inéditas de Robert Capa

Fotos coloridas do fotógrafo e mestre do preto e branco Robert Capa serão as estrelas de uma exposição em Nova York

São Paulo – Fotos coloridas do fotógrafo e mestre do preto e branco Robert Capa serão as estrelas de uma exposição no International Centre for Photography, em Nova York, Estados Unidos. São 125 fotos tiradas com Kodachrome e Ektachrome, muitas delas inéditas, outras esquecidas por décadas, selecionadas entre sua vasta produção.

A mostra, que estará em cartaz de 31 de janeiro a 4 de maio, revela que Capa foi um dos primeiros a experimentar as cores, um formato relativamente novo para a época e esnobado por seus colegas por ser considerado “muito comercial e uma distorção da realidade”.

Outro gênio do fotojornalismo e amigo de Capa, Henri Cartier-Bresson, chegou a afirmar que as fotografias em cores eram “indigestas” e “uma negação de todos os valores tridimensionais da fotografia“.

Após a morte de Capa, sua produção de fotografias em cores, cerca de 4.200 imagens que incluem viagens, moda e retratos de estrelas de Hollywood foi ignorada pelos críticos e historiadores. Mas a exposição promete preencher esta lacuna, expondo fotos inéditas e outras perdidas por quase 70 anos. Será possível ver novos cliques de Ava Gardner e de seu amigo pessoal Pablo Picasso, entre outros.

Robert Capa foi um dos mais célebres fotojornalistas do século XX. Iniciou sua carreira em 1938, cobrindo na China a guerra contra o Japão. Morreu em 1954 cobrindo a Guerra do Vietnã, ao ser fatalmente atingido.