Ex-funcionário processa James Cameron por direitos de Avatar

Eric Ryder entrou na justiça alegando que um roteiro no qual trabalhou por dois anos deu origem a Avatar

São Paulo – James Cameron, diretor de “Avatar”, está sendo processado por um de seus ex-funcionários, que alega ser o autor da ideia por trás do sucesso de bilheterias, reportou o Hollywood Reporter.

Eric Ryder entrou na justiça alegando que um roteiro no qual trabalhou por dois anos deu origem a Avatar e que não recebeu os créditos pelo filme.

Ele afirma ter trabalhado por dois anos em uma história de ficção cientifica com tema ambiental chamada “K.R.Z. 2068”, cuja premissa teria inspirado “Avatar”.

Elementos do filme, como “seres antopomórficos habitando uma lua”, um “espião corporativo” e “um exoesqueleto robótico operado por um ser humano”, também estariam presentes em sua história original, ele alega.

Após trabalhar com a Lightstorm Entertainment, no projeto, inclusive na geração de imagens 3D, ele teria sido dispensado sob a justificativa de que não haveria interesse do público no tema.