Ex-ator de “Malhação” vende pastel na rua para viver

Desde dezembro de 2016, Maxwell Nascimento assumiu o carrinho de pastel de sua mãe, Maria, que morreu de câncer

São Paulo – No último domingo, 12, o Domingo Show mostrou como está hoje o ator Maxwell Nascimento, que viveu Pedro Firmino na 15ª temporada de “Malhação”, entre 2007 e 2009. O ator hoje vende pastel na rua para sobreviver.

Desde dezembro de 2016, Maxwell assumiu o carrinho de pastel de sua mãe, Maria, que morreu de câncer. Mesmo antes de ele trabalhar com isso, porém, vender pastel sempre foi a principal fonte de renda da família.

Aos 28 anos, o ator é casado e pai das meninas Nicolly, de oito anos, e Manuela, de cinco.

O ator começou a carreira em “Malhação” aos 18 anos, no papel de Pedro, e contracenou com Natália Dill, Caio Castro e Jonatas Faro.

Além disso, participou de alguns filmes como “Boca” e chegou a ganhar prêmios de melhor ator pelo protagonista no filme “Querô”, de 2007.

Na TV, seu último papel foi Juliano, na série “Unidade Básica”, exibida pelo canal Universal em 2016.

No palco do Domingo Show, o ator pediu para ter novas oportunidades na atuação e ainda teve uma surpresa: seu pai ganhou um trailer mais moderno para vender seus lanches, o que deixou o ator emocionado.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rogerio Barros

    Não vejo problema algum. Totalmente honesto e lícito!!!
    Aliás, muito mais que a grande maioria dos nossos legisladores! Sua falta de caráter e desonestidade é que devem ser noticiados!
    Maxwell só mudou de emprego!

  2. Utilizando o FLUCA pode-se controlar melhor os gastos e saber até onde podemos gastar.
    https://www.fluca.com.br

  3. Aldeny Cavalcanti

    Certo ele mudou de profissão, e?????
    É desonra vender pastéis?

  4. Garotada vive de ilusão, não estudam e esquecem que a idade chega.

  5. Poderia ter ido reclamar da Globo em algum programa da Record, como muitos fizeram depois que passou os tempos de fartura.
    Vender pastel e’ trabalho digno. Tem muito dinheiro nisso. Pode virar um empresario do ramo. Abrir uma pastelaria etc. A visao da maioria no Brasil e’ totalmente deturpada. Pais de gente pobre cheia de frescura.

  6. Geroldo Zanon

    Se fosse um PETISTA ele ia assaltar roubar