Estreias de cinema e séries de TV são adiadas após massacre

"Jack Reacher", novo filme de Tom Cruise, teria uma exibição beneficente hoje no Lincoln Center de Nova York, que foi cancelada em respeitos às famílias das vítimas

Los Angeles – O massacre de Newtown, em Connecticut, que terminou com a morte de 28 pessoas, fez com que os estúdios de cinema dos Estados Unidos alterassem a agenda de dois dos filmes mais esperados do Natal, “Jack Reacher” e “Django Unchained”, enquanto as cadeias de televisão decidiram cancelar a transmissão de novos capítulos de algumas séries.

“Jack Reacher”, novo filme de Tom Cruise, teria uma exibição beneficente hoje no Lincoln Center de Nova York, que foi cancelada em respeitos às famílias das vítimas. O ator e o diretor da obra, Christopher McQuarrie, participariam do evento.

“Apoiamos a decisão do Lincoln Center de adiar a exibição beneficente”, disse o estúdio Paramount por meio de um comunicado. Segundo o blog especializado “Deadline”, a organização optou por adiar o evento pois seria “inadequado organizar uma celebração enquanto o país está de luto”, negando que a razão do cancelamento foi a “natureza violenta” do filme.

O estúdio Paramount, que segundo a publicação decidiu suprimir algumas cenas do trailer do filme, tinha anteriormente adiado a apresentação da obra em Pittsburgh, no sábado passado, para amanhã.

“Não haverá tapete vermelho durante este período de luto. A equipe do filme e Tom Cruise se unem ao sentimento de perda e mandam suas profundas condolências às famílias afetadas”, acrescentou o estúdio.


O personagem de Cruise é um ex-militar que investiga o que parece ser um tiroteio indiscriminado que matou cinco pessoas em um lugar público. O filme se baseia no romance “One Shot”, de Lee Child, escrito em 2006.

Outra dos estreias natalinas adiadas foi a de “Django Unchained”, de Quentin Tarantino, que seria exibido em Los Angeles nesta tarde. O filme será apresentado hoje somente para os atores e seus parentes, e o estúdio The Weinstein Company convidou os meios de comunicação a assistirem a obra em outra ocasião.

“Nossas orações estão com as famílias da tragédia de Newtown (Connecticut) e neste momento de luto nacional decidimos nos abster de seguir com o evento programado”, disse um porta-voz do estúdio.

A televisão também se viu afetada: é o caso de séries de humor como “Family Guy”, “The Cleveland Show” e “American Dad”, cujos episódios novos, que deviam ter sido transmitidos domingo, foram substituídos por capítulos antigos devido ao conteúdo do material.

Outras séries, como o último episódio da segunda temporada de “Homeland”, mostraram uma advertência na qual se dizia que as imagens podiam “ferir a sensibilidade” do espectador em função da tragédia de Connecticut.