Este exame de sangue detecta a verdadeira idade do seu corpo

Talvez você não saiba, mas existe uma grande diferença entre idade cronológica e idade biológica e a falta de sincronicidade pode ser um problema

São Paulo – Muita gente não sabe, mas a nossa idade cronológica nem sempre é compatível com a nossa idade biológica, ou seja, o envelhecimento das nossas células pode ser bem mais acelerado que a quantidade de aniversário que já comemoramos. E isso é um grande problema.

Segundo Julia Gouvea, especialista em medicina esportiva e envelhecimento saudável, é possível, no entanto, detectar a falta de sintonia entre idade celular e idade cronológica por meio de um simples exame de sangue, chamado telomerase, e ajustar a tal falta de sincronicidade.

“É um exame simples mesmo, que não necessita nenhum tipo de preparação, nem mesmo o jejum, e consegue, por meio da avaliação dos telômeros, a capinha que fica em volta do cromossomo, determinar a real idade biológica da pessoa”, afirmou a médica em entrevista à EXAME.com.

Descobrir com antecedência que as células estão envelhecendo de forma mais rápida do que deveriam é importante para reverter tal situação. De acordo com a especialista, nesse caso é possível retardar o envelhecimento celular a partir de mudanças simples de hábitos.

“O envelhecimento precoce das células está diretamente ligado ao estilo de vida da pessoa. Existe um fator genético, mas o peso é bem menor que hábitos ruins que a pessoa mantém”.

Comer adequadamente, praticar atividade física com regularidade e não fumar são alguns dos costumes que as pessoas devem manter para que as células não se desgastem mais rápido do que deveriam.

O que é o telomerase?

Telomerase é um exame de sangue que avalia os telômeros, a capinha em torno do cromossomo. É natural que os telômeros se danifiquem à medida que as células vão se multiplicando, ou seja, com o passar dos anos.

Para descobrir, no entanto, se o desgaste dos telômeros está de acordo com a idade da pessoa, a partir de uma pequena amostra de sangue mais de 100 mil telômeros são avaliados a fim de descobrir a real idade biológica.

“A partir dessa avaliação, fazemos uma média da idade celular e a comparamos com a idade cronológica. Além disso, esse exame é capaz de detectar também possíveis doenças relacionadas ao envelhecimento que a pessoa tem predisposição de desenvolver, como diabetes e pressão alta”, afirma Julia.

A clínica americana Cenegenics, que chega ao Brasil este mês, vai oferecer aos pacientes o exame de telomerase. O resultado demora de 20 a 30 dias para ficar pronto.