É hora de mata-mata na NBA

A reta final do melhor campeonato de basquete do mundo começa em abril. Conheça os cinco principais candidatos ao título para você acompanhar pela TV

Depois de seis meses de temporada de classificação com 30 times, a fase de playoffs da NBA – o campeonato americano de basquete – começa em 16 de abril. Serão apenas oito equipes na disputa do principal título das cestas: quatro na conferência Leste e quatro na Oeste. Cada conferência terá semifinais e finais com mata-matas em séries de até sete partidas: quem vencer quatro jogos primeiro leva a vaga (os mandos são revezados: as duas primeiras partidas são na casa do time de melhor campanha; as duas seguintes, na do adversário; a partir do quinto combate, o mando é revezado jogo a jogo). Assim que Leste e Oeste tiverem seus “campeões”, eles disputarão no começo de junho as finais da NBA no mesmo esquema “melhor de sete”. O ex-treinador e comentarista José Roberto Lux, o Zé Boquinha, da ESPN, nos ajudou a analisar os principais times.

MIAMI HEAT
(Conferência Leste)
Em uma negociação bem controvertida, o Miami trouxe nesta temporada o cracaço LeBron James, que jogou no Cleveland Cavaliers por sete anos. “O time é bom, mas o técnico é como um piloto de pequeno porte no comando de um Concorde”, diz Zé Boquinha. LeBron James (nº 6, na foto acima) é o melhor ala em atividade no mundo. “Ele se destaca fisicamente e é um jogador explosivo”, observa Zé Boquinha.

BOSTON CELTICS
(Conferência Leste)
Maior campeão da história com 17 títulos, seu time atual é bastante experiente. E a tradição pesa nessa hora. “O Boston cresce muito nos playoffs”, afirma Zé Boquinha. O trio de ferro composto pelo armador Ray Allen (nº 20) e pelos alas Paul Pierce (nº 34) e Kevin Garnett (nº 5) fica mais forte com o antigo supercraque Shaquille O’Neal no banco de reservas.

CHICAGO BULLS
(Conferência Leste)
A campanha de 2011 está espetacular e, segundo Zé Boquinha, o técnico novato Tom Thibodeau ex-assistente no Boston) é um dos grandes trunfos do Chicago. “São fortes na defesa, mas por outro lado dependem da boa apresentação de um homem só, Derrick Rose”, diz o comentarista. Derrick Rose (nº 1) tem tudo para ser o MVP (jogador mais valioso) da temporada.

LOS ANGELES LAKERS
(Conferência Oeste)
Mesmo com altos e baixos na temporada, o Lakers é o atual bicampeão e conta com sua tradição de títulos (16 no total, cinco deles desde 2000) e seu histórico de astros (de Wilt Chamberlain e Magic Johnson a Kobe Bryant e Paul Gasol) para buscar o tri. Kobe Bryant (nº 24) é um dos maiores jogadores atuais. “Ele é experiente e dono de decisões certas”, analisa Zé Boquinha.

SAN ANTONIO SPURS
(Conferência Oeste)
“O San Antonio Spurs é a surpresa da última década”, afirma o comentarista da ESPN. Desde 1999, faturou quatro títulos. Na atual temporada (que acaba em 13 de abril), vem mantendo a melhor campanha da NBA. O time do brasileiro Tiago Splitter parece ser o único capaz de desbancar os pesos-pesados Boston e Los Angeles na temporada. A dupla estrangeira formada pelo belga Tony Parker (nº 9) e o argentino Manu Ginobili (nº 20) dá show.

NBA NA TV
Os playoffs serão transmitidos às sextas e sábados pelos canais pagos ESPN e ESPN HD, sempre ao vivo. Jogos completos a partir de 21h e, em andamento, a partir das 23h30.