Diretor de ‘2001: Uma Odisseia no Espaço’ recebe homenagem em SP

Mostra Internacional de São Paulo abriu as portas nesta sexta com homenagem ao cineasta americano

A 37ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo abriu suas portas ontem com uma homenagem ao cineasta americano Stanley Kubrick, criador de obras-primas como Laranja Mecânica e O Iluminado.

Até o próximo dia 31 de outubro, um total de 370 produções, a maioria inéditas, serão exibidas na cidade, embora também haverá espaço para clássicos de ficção como 2001: Uma Odisseia do Espaço, dirigido por Kubrick em 1968.

A homenagem ao mestre fica completa com uma exposição inédita na América Latina, que estará em cartaz até janeiro de 2014 no Museu de Imagem e Som, assim como uma retrospectiva de seus filmes em versão digital restaurada.

Stanley Kubrick (Nova York, 1928 – Harpenden, R.Unido, 1999) abordou em apenas 13 longas-metragens vários gêneros com os quais criou escola e deixou seu selo, entre eles o cinema negro com O Grande Golpe; histórico, com Spartacus e Barry Lyndon; de terror, com O Iluminado; e de drama passional com Lolita.

Outros dos filmes destacados nesta nova edição do festival paulista são o holandês Dark Blood; o americano Inside Llewyn Davis, dos irmãos Coen, e o chinês O grande mestre, entre outras produções.

A Mostra Internacional é composta por cinco seções, entre as quais destaca-se a “Competição Novos Diretores” e a “Perspectiva Internacional”, que tem como objetivo oferecer uma visão global do cinema atual, e contará além disso com a exibição de cerca de cem filmes gratuitos.